Quatro pessoas são presas por atear fogo em matagal em Várzea Grande

Testemunhas viram a cena e acionaram a Polícia Militar

Imagem ilustrativa

Quatro homens foram presos nessa sexta-feira (28) acusados de atear fogo em um matagal no Bairro Cohab Dom Orlando Chaves, em Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá).

A Polícia Militar foi acionada por testemunhas que viram os suspeitos iniciando o incêndio às margens da Avenida Doutor Paraná.

Uma equipe da PM foi até o local e encontrou quatro homens com as características informadas pelos denunciantes.

Com um dos suspeitos, os policiais encontraram um isqueiro. Questionado, ele disse que tinha iniciado o incêndio acidentalmente ao jogar uma bituca de cigarro no mato, que as chamas de propagaram rapidamente e que ele não conseguiu conter.

Os militares, então, conversaram com funcionários de um posto em frente ao matagal e eles disseram terem presenciado dois dos suspeitos ateando fogo no mato.

Diante disso, os quatro homens foram detidos e encaminhados para a Central de Flagrantes de Várzea Grande. Um deles, porém, negou-se a fornecer informações sobre sua indentidade.

Com isso, todos foram indiciados por provocar incêndio em mata ou floresta e o que se negou a dizer seus dados também por “recusa de dados sobre própria identidade ou qualificação”.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.