Quatro pessoas que morreram carbonizadas em queda de avião em MT são identificadas

Vítimas realizavam voo panorâmico quando avião caiu em Rondonópolis nessa terça-feira (8)

Foto: Corpo de Bombeiros

As quatro pessoas que morreram na queda do avião bimotor Cessna 310 na tarde dessa terça-feira (8), por volta das 15h40, a 200 metros da Rodovia do Peixe, próximo a uma região chamada Vale das Pedras, em Rondonópolis (220 km de Cuiabá), foram identificadas.

Segundo o Corpo de Bombeiros, com a queda, a aeronave pegou fogo e as quatro vítimas foram carbonizadas e, por isso, a identificação oficial só poderá ser feita pela Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

Porém, familiares dos ocupantes da aeronave foram até o Instituto Médico Legal (IML) de Rondonópolis e reconheceram as vítimas, que foram identificadas como Faustino Garcia Barboza, 49 anos, empresário e morador de Itiquira, Nelson Siton Junior, 48 anos, comerciante, morador de Juscimeira, Nacionizio Jacó da Silva Filho, 57 anos, piloto, morador de Rondonópolis, e José Rodrigues de Souza, 41 anos, serviços gerais em avião, morador de Rondonópolis.

O caso

O acidente aconteceu por volta das 15h30. Assim que acionada, a equipe do 3º Batalhão de Bombeiros Militares foi até o local e encontrou o avião em chamas.

Os bombeiros combateram o incêndio de forma direta, enquanto outra equipe realizava uma varredura nas áreas ao redor para verificar se havia alguma vítima fora da aeronave, mas ninguém foi encontrado fora da aeronave, somente as quatro vítimas carbonizadas.

Amigos informaram que as vítimas realizaram um voo panorâmico na região quando o avião caiu.

As causas do acidente serão investigadas pelo CENIPA, órgão da Aeronáutica responsável pela apuração de acidentes aéreos no Brasil. Não há ainda informações sobre a situação de registro e manutenção da aeronave.

O Corpo de Bombeiros, a Polícia Militar, a Polícia Civil, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) estiveram no local do acidente.

Foto: Corpo de Bombeiros

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPesquisa mostra que para ser eleito vereador é preciso, no mínimo, cinco salários mínimos
Próximo artigoComércio online faz crescer procura por profissionais para o setor de logística