Quase um mês após crime, caminhonete SW4 de Carlos Fávaro é recuperada na Bolívia

Veículo foi localizado após comunicado feito por um prefeito da fronteira

Foi recuperada e entregue ao candidato ao Senado e ex-vice-governador, Carlos Fávaro (PSD), na última sexta-feira (14), a caminhonete Toyota Hilux SW4, de cor preta, que havia sido roubada no dia 16 de agosto, quando o candidato chegava para uma sabatina no LIVRE. Segundo as informações apuradas pela reportagem, o veículo foi encontrado pelas autoridades da Bolívia.

O carro de Fávaro foi localizado no início do mês e apresentado pelo motorista do candidato, José Carlos Guimarães Martins, na Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos Automotores (Derrfva), em Cuiabá.

O carro só foi localizado depois que um prefeito de cidade na fronteira, que não quis ser identificado, comunicou o prefeito de San Matías, na Bolívia, sobre o roubo. As autoridades bolivianas foram procuradas porque já era uma suspeita de que a SW4, assim como acontece com outros veículos, pudesse ter sido levada para o país vizinho.

Após buscas, a polícia boliviana, então, recuperou a SW4. O prefeito foi pessoalmente retirar o veículo no local indicado.

O registro de recuperação do carro foi feito em boletim de ocorrência, datado em 12 de setembro, após abordagem ao veículo no município de Cáceres (220 km da Capital). A SW4 foi levada para a Delegacia Especial de Fronteira (Defron), onde a delegada Cínthia Gomes da Rocha Cupido determinou a transferência do carro para Cuiabá.

Em outro documento, consta que o carro foi recebido na Derrfva no dia 14 de setembro, última sexta-feira, pelo delegado Marcelo Martins Torharcs. Ele também determinou a baixa do veículo da Base Nacional de Dados.

Nos documentos, consta ainda que o carro foi encontrado sem placas. Ele deverá ser encaminhado para o Detran para emplacamento após ser finalizada toda a documentação junto à Polícia Civil.

O roubo

O crime aconteceu na tarde do dia 16 de agosto, quando o motorista do ex-vice-governador e candidato ao Senado, Carlos Fávaro, foi surpreendido minutos após deixá-lo no LIVRE para sabatina.

Conforme a reportagem apurou, o motorista, identificado como José Carlos Martins, o “Carlão”, permaneceu no veículo por cerca de 10 minutos, até que foi abordado pelos criminosos. Eles chegaram em um veículo Renault Duster, de cor Prata, e fecharam a SW4 na rua.

Em poucos segundos, um dos assaltantes desceu do veículo com uma mochila preta e, dela, sacou uma arma. Segundo o relato de Carlão, o bandido chegou a puxar o gatilho, mas o revólver não disparou. O motorista, então, foi obrigado a deixar o veículo. Os assaltantes fugiram logo em seguida.

Para conferir a narrativa e o vídeo do momento do assalto, clique aqui.