Punição ao fiscal?

Câmara de Cuiabá arquiva representação contra vereadores

A Comissão de Ética da Câmara Municipal de Cuiabá arquivou nesta terça-feira (11) um pedido de abertura de processo por quebra de decoro protocolado pela secretária municipal de Saúde, Ozenira Félix, contra parlamentares de oposição ao prefeito Emanuel Pinheiro (MDB).

Foram alvos dos pedidos por suspeita de infração disciplinar os vereadores Coronel Paccola, Maysa Leão, Michelly Alencar e Diego Guimarães, este último atualmente licenciado do mandato.

O motivo foi a ação dos parlamentares de gravar vídeos no Centro de Distribuição de Medicamentos e Insumos de Cuiabá, que expuseram diversas caixas de medicamentos vencidos. Os remédios deveriam ser entregues à população dependente do SUS (Sistema Único de Saúde).

Na representação, a secretária Ozenira Félix dizia que os vereadores constrangeram servidores da saúde e que houve coação dos parlamentares que agiram com apatia e desprezo pelos trabalhadores.

Após protestos dos vereadores oposicionistas, a própria base governista sinalizou pela rejeição do pedido, imediatamente arquivado pela Comissão de Ética.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCovid-19: 12 municípios estão com alto risco de contaminação
Próximo artigoVereador é suspeito de enganar idoso e furtar cartão de crédito