Punição a promotor

Daniel Balan Zappia foi "condenado" pela acusação de perseguir processualmente o ministro do STF, Gilmar Mendes

(Foto: Reprodução/Assessoria de Imprensa MPMT)

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) aplicou suspensão de 45 dias, sem remuneração, ao promotor de Justiça, Daniel Balan Zappia, por perseguição jurídica ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes. 

A maioria do pleno considerou que o promotor cometia “abuso processual” contra o ministro com proposta de várias ações. Os membros seguiram o voto do relator do caso, conselheiro Luciano Nunes Maia Freire. 

LEIA TAMBÉM

O julgamento foi finalizado nessa terça-feira (19). Houve voto contrário à punição pelo conselheiro Moacyr Rey Filho. 

O promotor Daniel Balan Zappia está lotado na comarca de Diamantino (200 km de Cuiabá). Ele respondia a processo por infração disciplinar 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorConfira os filmes e séries que chegam à Netflix em novembro
Próximo artigoEmpresa de ônibus é condenada em R$ 200 mil por precaridade no ambiente de trabalho