PT publica nota de apoio a filiada que chamou policial de “macaco”

(Foto: Reprodução)

O Partido dos Trabalhadores (PT) emitiu uma nota em apoio à filiada Libânia Torres, que teria agredido um policial militar com injúrias raciais. Na nota, o partido afirma que não houve racismo, mesmo a filiada tendo se dirigido ao policial como “macaco”.

O caso aconteceu na cidade de Curaçá (BA), onde uma patrulha foi chamada para atender uma ocorrência doméstica, mas, quando a equipe chegou, os policias foram hostilizados por Libânia. O episódio foi gravado e não demorou a viralizar na internet.

Para defender a filiada, o Partido dos Trabalhadores publicou uma nota de apoio na última sexta-feira (19). Na publicação, o presidente do diretório, Júlio Cézar Lopes, tenta justificar a fala da filiada.

“A presidência municipal do Partido dos Trabalhadores – PT de Curaçá vem, de público, manifestar seu apoio a (sic) companheira Libânia Torres, por saber da sua caminhada de LUTA e de respeito as (sic) pessoas. Em todos os sentidos”, diz a nota.

Veja o vídeo da agressão

 Veja a nota do Partido

(Print Facebook)

 

Com informações do portal O Antagonista 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAGU cobra na Justiça R$ 893 milhões de desmatadores da Amazônia
Próximo artigoEmpresa recebeu R$ 114 mil