Psol cita maiores chances de eleição e lança o Procurador Mauro para o Senado

    Com chapa pura, partido lançou servidor do Cepromat Moisés Franz candidato ao Governo do Estado; vice será o enfermeiro Vanderlei Dias

    Procurador Mauro (Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

    O Psol lançou neste domingo (05), durante convenção partidária realizada na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), o servidor do Cepromat Moisés Franz como candidato ao Governo do Estado. O procurador Mauro (Psol), que era o mais cotado ao posto, disputará o cargo de senador.

    O partido anunciou também que o candidato a vice na chapa única do Psol é o enfermeiro Vanderlei Dias, que já disputou candidatura à Câmara Federal.

    O primeiro suplente do procurador é o presidente estadual do Psol, José Roberto, e o segundo suplente é Manoel Parrião, que é advogado. Também concorre ao Senado pelo Psol Gilberto Lopes Filho, que é administrador e servidor público da Secretaria de Estado de Saúde.

    Os suplentes de Gilberto são: Evandro da Silva, presidente de bairro e ligado ao movimento dos mototaxistas, é Antônio Fernandes, que é comerciante e ligado a movimentos sociais em Cuiabá.

    Convenção do Psol foi realizada na tarde deste domingo (05). (Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

    Reviravolta

    A desistência de disputar ao cargo de governador, de acordo com o procurador Mauro, se deu pelo fato de o partido querer projetar novos nomes. Outro fator é que, com duas vagas ao Senado nas eleições deste ano, a chance do Psol eleger um senador, conforme avaliação do procurador, seria maior.

    Para o procurador Mauro, nas eleições deste ano apenas o Psol segue como partido completamente de esquerda. O candidato ao Senado ressalta ainda que a sigla representa a “alternativa” para a população mato-grossense.

    A sigla ainda não sabe o valor do fundo partidário que será repassado, mas fala-se que pode ser de R$ 100 mil a R% 300 mil. Com isso, as redes sociais vão ser as grandes aliadas da campanha do Psol.

     

    Use este espaço apenas para a comunicação de erros





    Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

    DEIXE SEU COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Artigo anteriorConfira as frases que marcaram esta semana na cobertura do LIVRE
    Próximo artigoIdosos fogem de asilo para assistir a festival Rock