PSL supera saída de Bolsonaro e terá candidatura própria em Cuiabá

Advogado Aécio Rodrigues, deputado Ulysses Moraes e o ex-secretário Domingos Sávio são os nomes que podem disputar a Prefeitura de Cuiabá

O PSL decidiu lançar candidatura própria em Cuiabá. Até a última semana, o partido ainda tentava construir uma aliança com o Podemos, que tem o vereador Abílio Júnior como pré-candidato.

Ao tomar a decisão de ser protagonista, o PSL estuda três nomes para encabeçar chapa que disputará a Prefeitura de Cuiabá.

Entre os possíveis candidatos está o presidente regional da sigla em Mato Grosso, o advogado Aécio Rodrigues. Ele assumiu a presidência do PSL em fevereiro deste ano, depois que se desvinculou do Democracia Cristã.

Junto com ele, o partido recebeu a filiação do deputado estadual Ulysses Moraes, que é o segundo nome sondado pelo partido para ser candidato a prefeito da Capital.

Por fim, a sigla também conta com o ex-vereador e ex-secretário de Estado, Domingos Sávio. Atualmente, ele é presidente do diretório municipal do partido e está entre os cotados para disputar a vaga que hoje é ocupada por Emanuel Pinheiro (MDB).

Nova fase

O PSL passou de um partido pequeno, que não tinha visibilidade, a um partido de destaque por conta do presidente da República, Jair Bolsonaro, que foi eleito em 2018 quando ainda era filiado à sigla.

No ano passado, após Bolsonaro romper com o PSL – ele teve problemas internos com o presidente nacional do partido, o deputado federal por Pernambuco, Luciano Bivar -, muitos filiados anunciaram que o seguiriam na construção de uma nova legenda: o Aliança pelo Brasil, projeto que ainda está em andamento.

Esse desentendimento resultou, em Mato Grosso, no enfraquecimento do deputado federal Nelson Barbudo, que deixou a presidência do PSL no Estado, em janeiro deste ano.

Aécio Rodrigues é presidente regional do PSL-MT e possível candidato pelo partido a prefeito de Cuiabá (Foto: divulgação)

Em fevereiro, quando assumiu a vaga deixada por Barbudo, o advogado Aécio Rodrigues – que presidia o diretório regional do DC – trouxe um ar de renovação para a sigla e fôlego que deve ser suficiente para encarar as eleições deste ano.

Em três meses à frente do partido, Rodrigues conseguiu aumentar em 44% o número de filiados ao PSL em Mato Grosso. Até o final de abril, eram 12 mil pessoas comprometidas com a legenda.

Eleição municipal

Na perspectiva das eleições municipais, o PSL planeja lançar 45 candidatos a prefeito e pelo menos 700 candidatos a vereador em 70 municípios mato-grossenses.

Só em Cuiabá, são 57 pré-candidatos, dos quais 20 são mulheres. Como a legislação eleitoral permite no máximo 38 candidatos por partido, a sigla deve realizar uma prévia para definir quais serão os nomes que estarão nas urnas no dia de 15 novembro.

O PSL também se fortaleceu em Sinop, onde terá candidatura própria e deve escolher entre o vereador Ícaro Severo, que migrou do PSDB para o partido, e o delegado Sérgio, que foi candidato a deputado estadual nas eleições de 2018. Ele saiu do antigo PPS – hoje Cidadania – para o PSL.

Eleito em 2018 como deputado estadual, delegado Claudinei é pré-candidato a prefeito de Rondonópolis (Ednilson Aguiar / O Livre)

Em Rondonópolis, o partido também se alinha para disputar as eleições municipais. Deve lançar o deputado estadual delegado Claudinei como candidato a prefeito.

Caso, não seja concretizado o projeto em torno do parlamentar, o PSL vai apoiar o possível candidato do DC: o empresário Claudio Ferreira, conhecido como Claudio Paisagista.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

2 COMENTÁRIOS

  1. PSL PARECE ESTAR + CONSCIENTE de maturidade partidária, mesmo com a desfiliação do principal puxador de Votos à Sentença Sair, no entanto ocorre ainda esse ideal de que com chuvas de críticas ora ambientais e de gestão o presidente da República é um refresco de Acerola ONDE não adianta COLOCAR açúcar que o sabor é característico do fruto exótico brasileiro
    Um outro dado que ocorre é que o partido do PSL demonstra estar de mãos solta caminha e quando Vê um pequeno atalho é capaz de sair e voltar o caminho, pelo menos nessa matéria jornalística bom de Ler e analisar;
    Um outro dado também que faz analisado são os fatos que abalaram o Collorido dentro de FAMÍLIA que é muito matador em qq VIDA social e ATÉ o momento os Bombeiros ESTÃO vivências até com MULHERES mães
    Os Estados geometrias de Centro é sempre interessante vê comportamentais mesmo fora de possíveis candidaturas proporcionais e muito as coligadas onde um Nome pode ser complicador

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorShopping reabre em VG
Próximo artigoInvestimento do Fundeb em Mato Grosso deve crescer 50% com a reforma

O LIVRE ADS