PSD mira Neri Geller ao Senado e reeleição de Mauro Mendes

Partido mantém conversas iniciais para ser protagonista em disputa majoritária em 2022

O deputado estadual Ondanir Bortolini, o Nininho, declarou nesta segunda-feira (14) que o PSD e o PP articulam a candidatura ao Senado do deputado federal Neri Geller nas eleições de 2022.

Ao mesmo tempo, ambos os partidos trabalham a candidatura à reeleição do governador Mauro Mendes (DEM).

A declaração foi dada durante entrevista à imprensa na Assembleia Legislativa.

“O PP e o PSD estão juntos trabalhando pela candidatura ao Senado do Neri Geller e pela reeleição do governador. Nós acreditamos que é um projeto viável e com grandes chances de ser concretizado”, disse.

Neri Geller é ex-ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento no governo da petista Dilma Rousseff. Atualmente, é vice-presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) e um dos principais nomes da bancada ruralista do Congresso Nacional.

Atualmente no primeiro mandato de deputado federal, Geller mantém laços estreitos com o ex-governador Blairo Maggi e o megaempresário do agronegócio, Eraí Maggi.

De acordo com o deputado Nininho, houve ações individuais de Neri Geller com partidos políticos para viabilizar o projeto majoritário. “O Neri manteve conversas com líderes de partidos da base aliada do governador para verificar as condições de uma candidatura. É tudo muito primário ainda. Mais para frente teremos diálogos para consolidar. Política se faz em grupo”, revelou.

Apoio do PSL

Nininho ainda acredita que a filiação ao PSL do empresário José Aparecido dos Santos, o Cidinho, não atrapalha os planos do PSD e do PP em trabalhar pela candidatura de Neri Geller ao Senado.

Ex-prefeito de Nova Marilândia por três mandatos, Cidinho é umbilicalmente ligado ao ex-governador Blairo Maggi, sendo eleito primeiro suplente de senador da República nas eleições de 2010 e exercendo o mandato por mais de um ano em razão de acordos políticos e a ida de Maggi para o Ministério da Agricultura no governo do ex-presidente da República Michel Temer (MDB).

“A vinda do Cidinho causou uma surpresa porque não era aguardada a filiação ao PSL. Mas, vejo que veio para agregar na reeleição do governador. O PSL está sendo incorporado ao grupo político que vai apoiar a reeleição do governador Mauro Mendes. E vamos dialogar mais a frente para o PSL apoiar a candidatura de Neri Geller ao Senado”, disse.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPresidente do Senado admite possibilidade de voto impresso em 2022
Próximo artigoBolsonaro comemora reduções tributárias realizadas pelo governo