PSB em Mato Grosso desiste do apoio a Neri Geller ao Senado

Presidente da sigla, deputado estadual Max Russi, diz que o momento para a campanha é outro com a pré-candidatura da médica Natasha Slhessarenko

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

O deputado federal Neri Geller (PP) teve a primeira baixa de apoiadores à sua candidatura ao Senado. O PSB, comandado pelo deputado estadual Max Russi, oficializou nessa quarta-feira (8) que deixou de participar das atividades em torno da pré-candidatura de Geller. 

Segundo Russi, o grupo se afastou da agenda dos progressistas quando foi oficializada a pré-candidatura da médica Natasha Slhessarenko (PSB) também ao Senado. 

“Nós tivemos dois momentos, o primeiro quando não tínhamos nenhum candidato e estávamos apoiando sim o projeto do Neri. Mas, agora nós temos candidatos e vamos lutar para vencer a disputa. Quando nós decidimos pela Natasha nós nos afastamos das ações com o Neri”, afirmou. 

O PSB foi um dos primeiros partidos a assumir apoio a Neri Geller, em março, quando as relações com o governador Mauro Mendes ficaram estremecidas pela entrada do senador Wellington Fagundes (PL) no radar de candidaturas que poderão ter apoio de Mauro. 

O grupo de apoiadores de Neri Geller incluía na época MDB, do deputado federal Carlos Bezerra, e PSD, do senador Carlos Fávaro. 

A saída do PSB representa ainda um novo concorrente na disputa ao Senado. Russi afirmou ontem o próximo passo agora é transmitir aos filiados à sigla, que já compraram a campanha de Geller, o projeto próprio para o Senado. 

“Nós vamos identificar quem são esses prefeitos e seguir dialogando até às convenções. A Natasha ainda não falou com todos os prefeitos [do PSB], ela é uma filiada nova e muitos prefeitos não tiveram a oportunidade de estar com ela”, pontuou. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCobrança a Bivar
Próximo artigoConcurso da Segurança: nomeações devem ocorrer somente no final do ano