Prova da OAB é suspensa por conta da pandemia

Decisão foi tomada com base em avaliação do FGV sobre aumento da proliferação do vírus

A prova objetiva do Exame da Ordem Unificado foi suspensa foi suspensa pela diretoria do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Em nota divulgada neste sábado (27), a instituição afirmou que seguirá orientação da Fundação Getúlio Vargas (FGV) que indica “agravamento da pandemia”. 

O teste estava marcado para 7 de março de 2021 e ainda não tem previsão de nova data. Conforme a diretoria do conselho, os dados mais recentes sobre a pandemia apontam para aumento no número de casos e mortes pelo coronavírus, além do registro de novas variantes em circulação no país.    

A situação tem levado governadores e prefeitos a tomar medidas restritivas para tentar reduzir os índices de contaminação pelo vírus, “como decreto de lockdown e demais decisões, que inviabilizam a realização da prova nas cidades polo de aplicação”.  

“A prioridade é garantir a segurança sanitária plena de todos os examinandos e profissionais envolvidos no Exame de Ordem e de cumprir o compromisso constitucional de assegurar os preceitos fundamentais de direito à saúde e à vida”, diz trecho da nota. 

A prova objetiva é válida pela XXXII edição do Exame da Ordem. A avaliação do ano passado foi suspensa quatro vezes também por causa de medidas restritivas. Mais de 49 mil candidatos estavam inscritos. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCom 100% das UTIs ocupadas, Rondonópolis decreta toque de recolher
Próximo artigoInvestidores e compradores externos buscam agronegócio sustentável