Prostituta é estuprada e roubada após recusar programa com cliente

Estuprador fugiu em uma bicicleta cor de rosa

Imagem ilustrativa (Foto: Freepik)

Uma prostituta de 31 anos foi estuprada e roubada no início da madrugada dessa quinta-feira (15), após se recusar a fazer um programa com um cliente.

O caso aconteceu em uma “zona de prostituição” no Bairro Módulo 5, em Juína (760 km de Cuiabá), por volta de 0h30.

Segundo relato da mulher, o suspeito, um homem moreno, de porte médio, calvo, com um boné preto, calça jeans preto, camisa azul escura e botas, chegou até a zona em que ela trabalha e disse que queria contratá-la para um programa sexual.

Ele, no entanto, afirmou que só teria dinheiro quando o dia amanhecesse. Ela, então, negou-se a fazer o programa.

Porém, como a mulher estava sozinha, ele tomou o celular dela, a enforcou, a levou para um quarto e a estuprou.

Após o abuso sexual, o suspeito ainda roubou várias carteiras de cigarro do estabelecimento em que a vítima estava, whisky, catuabas, R$ 400 em dinheiro e um celular.

Além disso, ele quebrou alguns móveis do local, tentou arrombar a porta dos fundos e a do lado, arrombou a da frente e fugiu em uma bicicleta cor de rosa.

A vítima acionou a polícia, que a ouviu e realizou rondas em busca do suspeito, mas não o encontrou. O caso foi registrado como estupro.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSeduc-MT gasta R$ 2,47 milhões com softwares
Próximo artigoGoverno atinge meta de mil serviços digitalizados em quase dois anos