Projeto na ALMT sugere que o governo use drone para combater incêndios florestais

Ideia é criar uma regulamentação para o uso dos equipamentos e que as equipes de combatentes sejam menos expostos ao fogo e ao perigo

(Ilustrativo/Pixabay)

Usar a tecnologia para combater os incêndios florestais e a degradação do meio é uma proposta que deve ser discutida na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT). Um projeto que tramita na Casa de Leis propõe que o governo use drones para auxiliar o Corpo de Bombeiros, a PM Ambiental e brigadistas.

A ideia é criar uma regulamentação para o uso dos equipamentos no Estado, fazendo com que as equipes de combatentes estejam menos expostos ao fogo e ao perigo do trabalho.

“Com a tecnologia, os profissionais das forças de segurança terão mais condições de tomar decisões rápidas e assertivas sobre o deslocamento da equipe de brigadistas. Se necessário, eles também poderão fazer a evacuação de comunidades que possam ser impactadas”, explica o autor da proposta deputado Dr. Gimenez (PV).

LEIA TAMBÉM

A proposição surgiu diante das perdas que aconteceram no Pantanal. De janeiro a agosto, o bioma perdeu cerca de 12% da área total.

Os drones também poderão auxiliar na medição de áreas de desmatamento, fiscalização de caça, controle de queimadas e de pescas predatórias por meio de imagens em tempo real, como sugere o deputado.

O projeto também leva em consideração o déficit nas forças de segurança do Estado.

O texto apresentado aos outros parlamentares não estima o preço de aquisição ou de aluguel do equipamento. A proposta foi lida na sessão ordinária da quarta-feira (16).

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMulher é agredida pelo marido por recusar relação sexual
Próximo artigoTrabalhador surta por não gostar de comida, sobe em pá carregadeira e destrói tudo em fazenda