Proibido cobrar taxas extras

Universidades particulares não podem cobrar taxas de estudantes em MT

Universidades particulares que vinham agindo de maneira abusiva ao cobrar de seus alunos – além da mensalidade -, taxas extras por aplicação de provas, repetência e/ou disciplina eletiva, estão impedidas de realizar tais exigências.

É que a Lei 11.041, proposta pelo deputado estadual Doutor João (MDB), foi aprovada pelo governador Mauro Mendes e já vigora em Mato Grosso. Ela anula quaisquer cláusulas contratuais que obriguem o estudante a pagar taxas dessa natureza.

O texto publicado no Diário Oficial prevê ainda que, em caso de descumprimento da lei, serão aplicadas as sanções previstas no Código de Defesa do Consumidor (CDC). E fica também proibida a alteração unilateral das cláusulas financeiras do contrato após sua celebração.

Uma lei criada no Rio de Janeiro, pelas mesmas razões, inspirou a criação da lei em Mato Grosso. O deputado Dr. João faz parte da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa.(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorTRE já se prepara para eleição ao Senado; custo pode ser de R$ 11 milhões
Próximo artigoAssista ao primeiro trailer de 007 – Sem Tempo Para Morrer

O LIVRE ADS