Programa de investimentos do governo de MT prevê 63% de recursos próprios

Programa terá investimentos em todas as áreas e para todas as regiões de Mato Grosso, sendo considerado o maior da história do Estado

O Mais MT está dividido em 12 grandes eixos estruturantes - Foto por: Jana Pessôa

O Governo de Mato Grosso vai investir R$ 6 bilhões em recursos próprios no programa Mais MT. O valor representa 63% dos R$ 9,5 bilhões previstos para as obras e ações que beneficiarão diretamente o cidadão mato-grossense em todas as regiões do Estado e em todas as áreas.

“Nunca aconteceu na história de Mato Grosso ter tanto investimento com recursos próprios, da fonte 100, pela economia do Governo. É um programa audacioso. Temos um grande desafio pela frente, mas tenho certeza que o programa Mais MT vai trazer grandes resultados para Mato Grosso e para a vida dos mato-grossenses”, afirmou o governador Mauro Mendes, destacando que o programa é fruto de planejamento e trabalho.

Pelo programa, no período de quatro anos, entre 2019 e 2022, também estão previstos R$ 2,8 bilhões em operações de crédito e mais R$ 711,1 milhões, entre convênios com o Governo Federal e emendas parlamentares.

“Esses valores são previsões tímidas, mas dentro da realidade do Estado, porque nunca lançamos qualquer obra sem a certeza do recurso para finalizar. Os recursos são fruto de mapeamento já feito para sabermos de onde vamos tirar para aplicar nas ações e obras pelos próximos anos”, pontuou Mauro Mendes.

O Mais MT tem recursos para escolas, hospitais, asfalto novo, pontes, aquisição de armamentos e equipamentos, qualificação profissional, assistência social, geração de empregos, melhoria da Educação Pública, e está dividido em 12 grandes eixos estruturantes: Segurança; Saúde; Educação; Social e Habitação; Desenvolvimento Econômico, Emprego e Renda; Infraestrutura; Turismo; Cultura, Esporte e Lazer; Simplifica MT; Eficiência Pública; Meio Ambiente; Agricultura Familiar e Regularização Fundiária.

Confira de onde são os valores que serão aplicados:

2019 – R$ 788,3 milhões já realizados, sendo R$ 497,6 milhões em recursos próprios; R$ 224 milhões em operações de crédito; e R$ 66,7 milhões em convênios e emendas.

2020 – R$ 1,1 bilhão ainda em fechamento, sendo R$ 877,4 milhões em recursos próprios; R$ 128,7 milhões em operações de crédito; e R$ 106 milhões em convênios e emendas.

2021 – previsão de R$ 3,1 bilhões, sendo R$ 1,7 bilhão em recursos próprios; R$ 992,9 milhões em operações de crédito; e R$ 334,5 milhões em convênios e emendas.

2022 – previsão de R$ 4,5 bilhões, sendo R$ 2,8 bilhões em recursos próprios; R$ 1,4 bilhão em operações de crédito; e R$ 203,9 milhões em convênios e emendas.

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGoverno de MT compra condicionadores de ar e 38 somem antes de serem registrados
Próximo artigoForça tática mata quatro suspeitos durante confronto em Várzea Grande