Professor aposentado é preso por estuprar adolescente em condomínio de luxo

A adolescente, de 17 anos, é funcionária em uma casa do Belvedere e foi vítima ainda dentro do condomínio

Foto Ilustrativa

Um professor aposentado de 66 anos foi preso nesse domingo (16) acusado de estuprar uma adolescente de 17 anos nas dependências do Belvedere, condomínio de luxo no Bairro Jardim Imperial, em Cuiabá (MT).

A vítima é funcionária de uma das casas do condomínio e estava saindo do serviço, por volta de 17 horas, quando foi parada pelo suspeito, acusado de cometer o abuso.

Conforme o boletim de ocorrência, depois de encerrar seu serviço, a adolescente estava saindo do condomínio quando um idoso perguntou se ela morava ali, se tinha namorado e se gostaria de sair com ele.

Ela respondeu não para todas as perguntas, afirmando que apenas trabalhava no condomínio. O homem então disse, segundo o relato da vítima, que estava excitado, pegou a mão dela e colocou no órgão genital dele.

A menina pediu ajuda e a Polícia Militar foi acionada. O gerente do condomínio apontou a residência onde estaria o suspeito – que, a princípio, não é morador do condomínio, mas sim da cidade de Cáceres (210 km de Cuiabá) – e ele foi encontrado no lado de fora da casa.

A vítima o reconheceu, mas ele não confessou o crime, ficando, a todo momento, em silêncio. O professor aposentado é casado. Ele foi preso e encaminhado à Central de Flagrantes de Cuiabá, onde o caso foi registrado como estupro.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPara extinguir Fethab 2, produtores propõem a pavimentação de 400 km de estrada por ano
Próximo artigoSaiba quanto o produtor rural paga de impostos e como aumentar a taxação é prejudicial à economia