Produtores rurais expulsam sem terras que tentavam invadir fazenda

Os invasores teriam comprado direito de cadastramento na lista da reforma agraria de um suposto advogado

Cerca de 60 produtores rurais da região de Sinop (500 Km de Cuiabá) impediram uma invasão de terra em andamento nas proximidades da cidade.

De acordo com o presidente do Sindicato Rural de Sinop, Ilson Redivo, a proprietária das terras, localizada no município de Claudia (60 km de Sinop), pediu ajuda para coibir a invasão.

“A Telma nos procurou ainda no domingo (22), ela tinha acabado de ir à delegacia registrar um Boletim de Ocorrência, então procuramos a polícia e nos organizamos para negociar com os invasores. Quando chegamos na propriedade, na segunda-feira (23), de manhã, constatamos que não eram muitas pessoas, pouco mais de dez, mas eles já tinham quase vinte barracos construídos. Então buscamos um entendimento e negociamos a saída deles”, explicou Redivo.

O presidente alertou que apesar da saída pacífica dos sem-terra, ele acredita que ainda no fim de semana as invasões voltem a acontecer.

“Na verdade, essas pessoas (que invadiram a propriedade) estão sendo ludibriadas por um tal de Jairo (suposto advogado de Cuiabá) que vendeu a inscrição para entrarem supostamente na lista da reforma agrária no valor de R$600. Nós vimos recibos que diz que este local seria o assentamento Água Limpa, que eles teriam direito de estar no local. Foram mais de 1,2 mil pessoas que compraram esse ‘direito’, então temos que nos preparar para novas invasões”, alertou.

A operação de retirada contou com o apoio da Força Tática da PM e dos fazendeiros que bloquearam a entrada da estrada Guaxupé que da acesso a Usina Hidrelétrica em implantação e à propriedade.  Alguns fazendeiros permanecem no local e continuam se revezando para tentar impedir o retorno dos invasores.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorArrecadação cresce 3,95%, melhor resultado para março em 3 anos
Próximo artigoVG imuniza mais de 2,8 mil pessoas no primeiro dia de campanha