Produção industrial de Mato Grosso volta ao nível pré-crise

Além do estado, somente Pará e Santa Catarina conseguiram recuperar os índices

Três anos após o fim da recessão, a indústria em Mato Grosso fechou 2019 com produção acima do nível pré-crise financeira. Além do estado, somente Pará e Santa Catarina conseguiram recuperar os índices.

Analisando os dados a partir de 2013, Mato Grosso teve variação acumulada de 10,4%. O segundo melhor do país.

Em Santa Catarina e no Pará os percentuais foram de 0,2% e 35,3%, respectivamente.

Os dados fazem parte da Pesquisa Industrial Mensal (PIM), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e divulgada nesta quarta-feira (12) pelo Valor Econômico.

Mesmo com o avanço, Mato Grosso recuou 2,6% no setor no acumulado de janeiro a dezembro de 2019, segundo o IBGE. O percentual é maior que a média nacional no mesmo período, de 1,1%.

Minas Gerais e Espírito Santo são os mais distantes da recuperação.

Os dois estados foram os que mais pesaram para a queda da indústria nacional em 2019. A pesquisa apontou queda de 5,6% e 15,7%, respectivamente nos dois estados. O rompimento da barragem de rejeitos de minério de ferro da mina Córrego do Feijão, da Vale, em Brumadinho (MG), no final de janeiro é apontado como principal causa na queda registrada.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGaeco acusa 64 pessoas de fazerem parte do Comando Vermelho
Próximo artigoAlunos e professores fazem abaixo-assinado contra o uso de drogas na UFMT

O LIVRE ADS