Procura de homens por procedimentos estéticos cresceu 30% nos últimos cinco anos

Público masculino costuma procurar um cirurgião após os 35 anos para mexer no nariz e nos olhos

(Foto: Andrea Piacquadio / Pexels)

Acabou o tabu de que só mulher faz cirurgia plástica. Uma pesquisa divulgada pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBC) aponta que subiu 30% o número de pacientes do gênero masculino.

Antes, eram apenas 5% de homens que buscavam os procedimentos estéticos para eliminar rugas e deixar o corpo com aparência melhor.

Dados de pesquisa Ibope apontam que, em 2019, das 650 mil cirurgias plásticas realizadas, 104 mil foram em homens. O procedimento mais realizado foi a cirurgia das pálpebras (19 mil cirurgias), seguido do nariz (quase 16 mil) e lipoaspiração (mais de 15 mil).

Ainda de acordo com o levantamento, geralmente, o público masculino procura o cirurgião após os 35 anos. Entre os que querem mexer nas pálpebras, o que mais incomoda são as “bolsas”. Os que procuram arrumar o nariz, em geral, querem corrigir o desvio de septo.

Essa cirurgia, aliás, é diferente da que é feita nas mulheres que buscam afinar o nariz e arrebitar. Pacientes homens têm mais interesse em tirar o “defeitinho” do nariz torto ou com o osso mais saliente.

Outra diferença é a recuperação do homem, que costuma ser mais demorada que a da mulher. A reabilitação do corpo feminino é natuaralmente mais rápida.

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorHomem que matou a esposa em Mato Grosso e fugiu é preso no Pará
Próximo artigoKevin Feige diz que Scarlett Johansson tem “projeto secreto” na Marvel