Privada entupida

Emanuel demite 12 do HMC e entre os motivos está um vaso sanitário

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

Pelo menos 12 funcionários do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC) – também conhecido como “novo pronto-socorro” – foram demitidos nesta semana. Segundo o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), entre os motivos esteve o entupimento de um vaso sanitário.

Emanuel não especificou quantas dessas 12 pessoas teriam participado desse ato, mas disse que a privada – localizada no banheiro do centro cirúrgico – foi danificada porque jogaram nela (pasmem!) “camisas” e “lençóis”.

“Só faltou jogarem travesseiros dentro do vaso sanitário”, reclamou o prefeito, que completou: além das demissões, ele já mandou arrumar o estrago.

O HMC foi completamente inaugurado no final do ano passado e, de acordo com o prefeito, apesar do episódio, a maioria dos funcionários é comprometida e dedicada.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPague seu empregado!
Próximo artigoDrogas – não dá para ficar em cima do muro

O LIVRE ADS