Primeiro brasileiro a entrar no Top 3 de ranking mundial, touro Bipolar será aposentado

Bipolar faz parte de um grupo de touros para rodeios treinados por Paulo Emílio, que era dono de Agressivo

Foto: Divulgação

Conhecido e temido nos rodeios Brasil afora, o touro Bipolar, um dos principais da Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos (SP), já se prepara para aposentar, depois de seis anos participando de rodeios. Atualmente, ele está em segundo lugar no Top 3 do ranking mundial de touros. A informação foi divulgada pelo jornal Folha de SP dessa terça-feira (25).

Conforme a reportagem, o touro Bipolar tem 13 anos e há dois não é batido pelos peões nos rodeios. Foi em agosto deste ano, depois que derrubou o peão Danilo Torres Sobrinho, que durou apenas quatro segundos na montaria do Rodeio Internacional de Barretos, que conquistou lugar no ranking. Bipolar é o primeiro touro brasileiro a chegar nessa posição.

Integrante do plantel de Paulo Emílio Marques, Bipolar mora na fazenda Santa Marta, em Icém (SP), e vai começar a se aposentar. Segundo o proprietário contou à reportagem, diferentemente dos demais touros, que costumam entrar na arena por no máximo quatro anos, o touro campeão manteve o desempenho nas competições e, por isso, permaneceu em cena.

Segundo o dono do animal, ele deverá participar cada vez menos dos rodeios, para se aposentar gradativamente. Ele estima que, ao longo dos seis anos de atuação, o touro Bipolar tenha levado a melhor em cerca de 700 montarias. Outros 10 peões, no entanto, teriam conseguido se manter sobre o animal pelo tempo necessário. O último vencedor foi há mais de dois anos.

Atualmente, Bipolar coleciona três títulos de melhor touro do ano (2012, 2016 e 2017) e acumula 80 fivelas de melhor touro em festas de peão.

Touro Agressivo

Antes de Bipolar ser o mais temido nas arenas, Agressivo, que também pertence ao grupo de animais do proprietário Paulo Emílio Marques, ocupava o posto. O animal morreu com artrose em julho deste ano, já com 17 anos de vida. Ele deverá receber um memorial na fazenda onde vivia, em Icém.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCapital Inicial em Cuiabá: banda revisita sucessos e apresenta lançamentos em novembro
Próximo artigoArmas à venda na Havan!

O LIVRE ADS