Primeira mulher presidente da Hungria é contra aborto e pró-família

Cristã, casada e mãe de três filhos, Katalin Novak foi ao Parlamento acompanhada de sua família

Katalin Novak, 44, eleita a primeira mulher presidente da Hungria (Fonte: Diário Gospel)

Na última quinta-feira, 10, o Parlamento da Hungria elegeu Katalin Novak como a primeira mulher presidente do país. Cristã, casada e mãe de três filhos, foi ao Parlamento acompanhada de sua família. Ela tomará posse no dia 10 de maio para mandato de cinco anos, de acordo com a ACI Digital.

Em seu discurso, Novak garantiu que está pronta para assumir os deveres inerentes ao cargo. Também ressaltou a busca pela paz entre seus conterrâneos.

“Meu trabalho será elevar meus irmãos húngaros ao nível em que exista uma coesão evidente entre os húngaros. Lá, nessa altura, haverá paz e segurança”, disse Novak.

Pró-vida e pró-família

A ACI Digital recorda ocasiões em que Katalin Novak, expressando sua fé cristã, demonstrou apoio à vida – desde a concepção – e à família.

Em junho de 2018, quando atuava como Ministra da Família, Juventude e Relações Exteriores da Hungria, Novak deu uma palestra na Academia João Paulo II para a Vida e a Família, em Roma. No evento, destacou os resultados positivos das políticas pró-família no país entre 2010 e 2017 – como a queda de 33% de abortos no período.

Nesse mesmo ano, em entrevista ao jornal ABC, deixou claro que as políticas pró-família “não são uma despesa, mas um investimento para o futuro”.

Presidente Katalin Novak

Katalin Éva Veresné Novák nasceu em 6 de setembro de 1977 e é formada em Economia pela Universidade Corvinus e em Direito pela Universidade de Szeged. Seu currículo também inclui estudos na Universidade de Paris Nanterre.

Em 2001, começou sua carreira no Ministério de Relações Exteriores, tendo como especialidade assuntos envolvendo a União Europeia. Nove anos depois, em 2010, foi nomeada assessora ministerial e, logo em 2012, foi nomeada chefe de gabinete do Ministério dos Recursos Humanos.

Em 2014 tornou-se secretária de Estado de Assuntos da Família e da Juventude no Ministério das Capacidades Humanas. Desde 2017 ela é vice-presidente do partido Fidesz, ao qual o primeiro-ministro húngaro Viktor Orbán pertence.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDesigualdade da renda do trabalho caiu em 2021, aponta Ipea
Próximo artigoDesmatamentos de áreas em regeneração desafiam esforços de restauração na Mata Atlântica