Pressão por todos os lados

Prefeito diz que afrouxamento continuará a ser gradual

Bares e restaurantes tiveram que fechar com medidas de isolamento (Agência Brasil)

Distribuidoras, conveniências e academias estão fazendo pressão para a prefeitura de Cuiabá suavizar as restrições durante o período de isolamento social, mas o prefeito Emanuel Pinheiro disse que só atenderá os setores após ter regras claras para o funcionamento de forma a não prejudicar as ações de combate a pandemia do covid-19.

Na entrevista coletiva de sábado (09), Pinheiro chegou a relatar que é muito difícil conter a população.

“Primeiro deixamos vender no balcão, depois as pessoas começam a se reunir. Daqui a pouco abre um espetinho e a aglomeração está formada”, descreveu.

Na ocasião, também explicou que não tem condições de atender pessoalmente todos os segmentos, que habitualmente pedem audiência, mas que a equipe de gestão municipal não deixa de ouvir e catalogar todas as questões.

Segundo o chefe do executivo, mesmo com os baixos índices, não é possível afrouxar demais e colocar todo o trabalho feito até agora a perder.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorBebidas: vendas caem em bares e restaurante e aumentam nas distribuidoras
Próximo artigoEx-prefeito de Ponte Branca é a 18ª vítima do Covid em Mato Grosso