Preso por “associação ao tráfico”, vereador disputa reeleição em VG

Jânio Calistro conseguiu o registro de candidatura após omitir documentos de que era réu em processo criminal

(Foto: Reprodução)

Após omitir à Justiça Eleitoral que respondia a processo criminal por associação ao tráfico de drogas e ter o registro de candidatura indeferido, o vereador por Várzea Grande Jânio Calistro (DEM) conseguiu reverter a situação.

O juiz eleitoral Alexandre Elias Filho reconsiderou a decisão e concedeu a Calistro o registro de candidatura que lhe autoriza a disputar um novo mandato nas urnas.

Jânio Calistro apresentou os documentos antes ausentes e foi favorecido pelo princípio da presunção de inocência. Ele não foi condenado por órgão colegiado e tampouco registra sentença transitada em julgado, o que o levaria a ser considerado “ficha suja”.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMotorista de app assedia, discrimina e mostra órgão sexual para adolescente
Próximo artigoGrupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas