Preso, maior de idade se passa por irmão adolescente e engana policiais

Ele ficou detido na Delegacia Especializada do Adolescente (DEA) sem que a polícia percebesse que havia mentido sobre a identidade

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

Um advogado procurou a Delegacia Especializada do Adolescente (DEA) de Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá) nesse domingo (1º) e informou que um suposto adolescente, que havia sido detido, na verdade era maior de idade e estava se passando pelo irmão.

O acusado tem 19 anos, mas fingiu ser o irmão de 17. Ele foi apreendido como menor infrator e seguia se passando pelo irmão até a denúncia desse domingo.

A história foi descoberta porque a mãe dos dois rapazes, temendo alguma represália pela atitude do filho mais velho, decidiu informar as autoridades sobre a troca de identidade.

A atual esposa do jovem de 19 anos também foi até a delegacia para confirmar a história.

O irmão por quem ele se passou, na verdade, já está apreendido por outro crime, mas, até a denúncia da mãe, isso não atrapalhou a farsa do suspeito.

O caso foi registrado como “falsidade material de atestado ou certidão”.

Outro lado

Em nota, a Polícia Judiciária Civil informou que o rapaz foi detido em flagrante no domingo (1º) por porte ilegal de arma de fogo e munições e, na Central de Flagrantes de Várzea Grande, informou ser o irmão adolescente.

Ele foi levado para a Delegacia Especializada do Adolescente (DEA), onde foi realizada uma checagem nos bancos de dados, que, segundo a Polícia Civil, não apontou nenhuma infração no nome do adolescente.

O sistema de checagem, no entanto, não possui fotografia, conforme determina a legislação e, por isso, não foi possível comparar o rosto dos dois irmãos.

Mais tarde, porém, a mãe procurou a DEA informando que ele era um adulto se passando pelo irmão adolescente e ele foi encaminhado para a 3ª Delegacia de Polícia, do Bairro Jardim Glória, onde foi autuado por falsa identidade e porte ilegal de arma de fogo.

Depois, ele foi encaminhado para uma unidade prisional, onde aguardará audiência de custódia. Em seu nome verdade foi encontrado, ainda, segundo a Polícia Civil, um mandado de prisão em aberto pelos crimes de homicídio e associação criminosa.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAprosmat apresenta informações sobre pastagem e tecnologia a pecuaristas
Próximo artigoMunicípios com regime previdenciário próprio vão aderir à reforma estadual