Presidente do TJMT prevê um novo embate entre Bolsonaro e membros do Judiciário

Desembargadora Maria Helena Póvoas disse que juízes devem responder à altura às críticas vindas de outros Poderes

(Foto: Otmar de Oliveira/TJMT)

A presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, desembargadora Maria Helena Póvoas, disse nessa quarta-feira (3) que prevê um novo embate do presidente Jair Bolsonaro com membros do Poder Judiciário. 

“Em acredito que ele vai voltar a fazer ataques, daqui a pouco surge um novo embate. Mas, eu acho que o Judiciário deve dar uma reposta à altura, não pode mais ficar calado. Se ficarmos calado, a sociedade vai achar que a gente consente”, disse. 

A resposta foi dada a uma pergunta, em entrevista na rádio Capital FM, sobre a sustentação da posição de Bolsonaro, em uma carta aberta publicada logo após as manifestações de 7 de setembro deste ano.  

Na época, Bolsonaro estava em disputa contra os ministros Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso, ambos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e o último ocupa também o cargo de presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 

O embate ocorria em torno da segurança das urnas eletrônicas para a eleição de 2022 e decisões do ministro Moraes contra apoiadores de Bolsonaro. 

“Foi o tempo em que o juiz não podia falar. Ele não pode falar fora dos autos sobre os autos, mas em uma situação em que ele foi atacado, eu acho que o Judiciário deve dar uma resposta”, afirmou a desembargadora. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.