Presidente da Petrobrás defende fundo de estabilização com dividendos

General Joaquim Silva e Luna que a criação do mecanismo depende de ações do Ministério da Economia e do Congresso

(Foto: Reprodução/Edilson Rodrigues/Agência Senado)

O presidente da Petrobrás, general da reserva Joaquim Silva e Luna, disse ser possível criar um fundo de estabilização do preço da gasolina com dividendos pagos à União. 

Luna disse que a criação do fundo depende de uma “política pública” e seria uma “solução interessante” para o momento que país passa de altas constantes no preço dos combustíveis derivados do petróleo. 

“A forma de como colocar recursos nesse fundo, entendo que a Petrobras contribui através royalties, dividendos, participações especiais, mas esse é um tema que cabe ao nosso Ministério da Economia ou ao próprio Congresso”, afirmou. 

O presidente da estatal participou de uma audiência nesta terça-feira (23) na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado (CAE).

Paridade ao dólar  

Ele recebeu várias críticas dos senadores pelas altas dos preços e disse que a política de paridade internacional – mecanismo para igualar o preço do combustível à cotação do dólar – não seria a única a afetar os preços. 

“A pandemia e o combate a ela nos colocaram em uma posição diferenciada. Tivemos como consequência um choque de demanda elevado, com uma oferta inferior à demanda. Como consequência, uma escalada muito grande do preço das commodities. [Além disso], uma crise hídrica e a desvalorização do real em relação ao dólar”, alegou. 

Até o fim do ano, a Petrobrás deverá pagar R$ 27,1 bilhões à União em dividendos. E outros R$ 201,7 bilhões devem ser recolhidos em imposto. 

Proposta de novo imposto 

Em sua fala, Luna criticou o projeto de lei, prestes a ser votado no Senado, que cria taxa sobre a exportação do petróleo. Essa receita seria usada, conforme a proposta, para criar um fundo de estabilização. 

Segundo Luna, a regra feriria a lei do mercado e ocasionaria insegurança jurídica. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAumenta interesse de estudantes por ensino superior, diz pesquisa
Próximo artigoNatal Iluminado