Presidente da Argentina pede que o STF mantenha decisão em favor de Lula

Socialista saiu em defesa do ex-presidente e afirmou temer que o petista fique de fora das eleições devido a outros processos

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, declarou mais uma vez apoio ao ex-presidente brasileiro Luís Inácio Lula da Silva (PT) na corrida presidencial. O socialista pediu que Supremo Tribunal Federal (STF) mantenha a decisão do ministro Edson Fachin em favor do petista.

Pelo Twitter, o peronista afirmou que Lula seria um “líder socialista para todo o continente latino-americano” e que teria sofrido perseguição política e sido condenado injustamente.

“Lula é um líder democrático não só para o Brasil mas também para todo o continente latino-americano. A perseguição que o prendeu e condenou injustamente representa uma mancha que o Brasil não merece, e que o STF começou a limpar”, escreveu o argentino.

O político argentino ainda afirmou temer que Lula “volte a ser perseguido” e que acabe ficando de fora da corrida presidencial devido a outros processos que o petista responde.

“Nos últimos dias, vemos com preocupação que se pretende reiniciar a perseguição a Lula, utilizando as mesmas más práticas usadas antes”, disse o mandatário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEducação domiciliar volta ao debate com uma pergunta: como avaliar o estudante?
Próximo artigoPsicóloga orienta pais a ouvirem e validarem queixas dos filhos