Presidente da Aprosoja Brasil deve depor à Polícia Federal nesta quarta-feira

Antônio Galvan deve dar esclarecimento sobre apoio a fala do cantor Sérgio Reis sobre manifestação em Brasília, no dia 7

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

O presidente da Aprosoja Brasil, o produtor rural Antônio Galvan, deve depor à Polícia Federal nesta quarta-feira (25). Ele é alvo da operação de investigação a supostos crimes de “incitação à violência e ataque à democracia”. 

O cantor sertanejo Sérgio Reis também deve prestar esclarecimento à polícia. Eles são investigados com base em áudio vazado, em que Sérgio Reis convoca caminhoneiros a manifestarem contra ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). 

Na semana passada, Galvan foi à sede da Polícia Federal em Sinop (505 km de Cuiabá), com aparato de máquinas agrícolas e apoiadores do movimento. 

Mas a polícia informou que ele não tinha sido convocado. A Polícia Federal cumpriu mandados de busca e apreensão nas casas de Sérgio Reis, do empresário Antônio Galvan e do deputado federal Otoni de Paula (PSC-RJ). O inquérito envolve outras 10 pessoas. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorIdoso de 73 anos é detido acusado de abusar sexualmente de menina de sete anos
Próximo artigoTerceira dose? Cuiabá aguarda ordem do Ministério e mais vacinas