Presidente da Ampa exalta qualidade da pluma mato-grossense

No segundo dia da Missão à Ásia, o presidente da Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa), Alexandre Schenkel, fez sua primeira apresentação oficial durante almoço promovido pela entidade em Daca, capital de Bangladesh. A uma plateia formada por representantes da indústria têxtil desse país asiático, Schenkel falou sobre a situação da cotonicultura em Mato Grosso, estado que responde por aproximadamente 67% da produção brasileira de algodão em pluma.

Após a apresentação de um vídeo institucional da Ampa, o presidente exibiu dados que comprovam o crescimento vertiginoso da produção de Mato Grosso graças à utilização de novas tecnologias pelos produtores e à adoção do sistema de cultivo do algodão pós soja (double crop).

Em Daca, capital de Bangladesh, Schenkel falou sobre o crescimento vertiginoso da produção de MT graças à utilização de novas tecnologias pelos produtores

Durante a permanência em Daca, a comitiva mato-grossense visitou o Cotton Board, a embaixada brasileira em Bangladesh e a Beximco Textiles, e foi recepcionado na residência de Hissam Khandker, da Delcot Enterprises Limited, para um jantar que contou com a presença do embaixador brasileiro João Tabajara de Oliveira Júnior.

Organizada com a expertise do consultor escocês Andrew Macdonald, a missão asiática prosseguirá no Vietnã, onde a comitiva mato-grossense visitará as cidades de Hanói (atual capital) e Ho Chi Min (antiga Saigon). Em seguida, o grupo irá a Jacarta, na Indonésia, onde também terá reuniões com representantes da indústria têxtil.

Bangladesh, Vietnã e Indonésia lideram hoje o ranking dos maiores importadores da pluma brasileira. O Brasil figura entre os cinco maiores produtores e exportadores mundiais de algodão, sendo que Mato Grosso responde por aproximadamente 71% da pluma exportada pelo país.

Além de Schenkel e Macdonald, participam da missão o produtor Sérgio De Marco, ex-presidente da Ampa e da Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa), e três representantes de grandes grupos produtores: Fabiana Furlan Laurindo (Grupo Scheffer), Pedro Valente (Amaggi) e Aldo Tisott (SLC Agrícola).

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorViagem oportuna
Próximo artigoSeduc está em dia com repasses de alimentação e transporte escolares