Prefeitura promete salários acima da média no Hospital Municipal de Cuiabá

Executivo alterou o edital do processo seletivo após queixas de que alguns salários estavam abaixo dos pisos das carreiras

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

A Prefeitura de Cuiabá alterou nesta terça-feira (28) o processo seletivo para preenchimento de 1.248 vagas imediatas no Hospital Municipal de Cuiabá (HMC). O Executivo promete pagar salários acima da média praticada em todo país, após a denúncia de que alguns cargos teriam salários abaixo do piso das categorias.

Pelo processo seletivo, também serão disponibilizadas mais 600 vagas de cadastros de reserva, nos níveis médio, médio técnico e superior.

De acordo com o diretor-geral da Empresa Cuiabana de Saúde Púbica (ECSP), Alexandre Beloto, a comissão de acompanhamento do processo seletivo elaborou estudo técnico detalhado de todas as categorias profissionais englobadas e providenciou a revisão de todos os cargos e suas respectivas cargas horárias e pisos salariais.

Ainda de acordo com o diretor, foram consideradas as regras jurídicas de contrato temporário com base na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), por se tratar de uma contratação via empresa pública. Além disso, as remunerações serão pagas na modalidade mensal e não por hora.

Os valores

Dentre os cargos que passaram por alterações estão os de enfermeiros assistenciais, cujo salário será de R$ 2.890; de estatístico, que vai receber  R$ 3.357; e de enfermeiros auditores, e cardiologistas, de centros cirúrgicos, CCIH, educação permanente, gestão em qualidade, hemoterapia, NAQH, neurologia/neurocirurgia e NIR, que vão ter salários de R$ 3.150,31.

Para todos os cargos acima, a jornada de trabalho será de 40 horas semanais. No caso dos farmacêuticos, cujo salário será de R$ 3.775,25, a jornada é de 30 horas por semana. O mesmo se aplica aos psicólogos, que terão salário de R$ 2.675,62. A diferença é para o cargo de psicólogo organizacional, que tem salário maior, de R$ 3.250, mas jornada de 40 horas semanais.

A remuneração é inicial, o que significa que os profissionais selecionados ainda terão os direitos previstos na lei, como eventuais adicionais de insalubridade, auxílio alimentação, vale transporte, entre outros.

Inscrições

As inscrições para quem vai pagar a taxa cobrada para o processo seletivo seguem até as 23h59 do dia 16 e devem ser feitas exclusivamente pela internet, no site do Instituto Selecon (www.selecon.org.br). O link também está disponível no site da Prefeitura de Cuiabá.

A taxa de inscrição é de R$ 60 para as funções de nível médio técnico e médio; de R$ 70 para as funções cujo pré-requisito seja o nível superior. A efetivação da inscrição somente ocorrerá após a quitação do boleto.

A seleção acontecerá em duas etapas: a aplicação de prova objetiva, que acontecerá no dia 14 de julho, e análise de documentos e comprovação de títulos, no dia 31 de agosto. Os aprovados terão prazo de validade de oito meses, que poderá ser prorrogado, conforme prevê a lei.

Dúvidas podem ser sanadas através da Central Telefônica do Instituto Selecon, pelos números (21) 2532-9638 / 2220-1139 / 2215 2131 ou (65) 3318 – 4800.  O atendimento é de segunda a sexta, das 9h às 17h. Há ainda o e-mail: [email protected]

Além disso, o Instituto Selecon prestará informações em atendimento presencial em um posto de atendimento montado na sede da Empresa Cuiabana de Saúde Pública, situada na Rua Orivaldo M. de Souza S/N Ribeirão do Lipa – Cuiabá/Mato Grosso.

(Com assessoria)