Prefeitura não cumpre acordo e Santa Casa de Rondonópolis fecha UTI Pediátrica

Unidade anunciou interrupção no atendimento no início do mês por falta de recursos

Foto: GCom

A partir desta sexta-feira (20), o atendimento na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Pediátrica da Santa Casa de Rondonópolis (distante 212 km de Cuiabá) está suspenso, em razão do não cumprimento de um acordo por parte da Prefeitura de Rondonópolis. O comunicado foi feito na noite desta quinta-feira (19), quando acabou o prazo para o Executivo municipal efetuar o pagamento de repasses atrasados à unidade.

No início do mês, a direção da unidade médica anunciou a interrupção temporária do serviço devido a falta de recursos. À época, disse que o Governo do Estado estava com os repasses atrasados. A Secretaria de Estado de Saúde (SES), porém, negou a acusação.

[featured_paragraph]No dia 12, a direção da unidade se reuniu com representantes da SES e da Secretaria Municipal de Saúde na qual firmaram um acordo. Naquele dia, ficou estabelecido que haveria regularidade dos valores em atraso, além de que a prefeitura deveria repassar R$ 2,5 milhões a título de compensação do déficit das UTIs. Caso o acordo não fosse cumprido até o dia 19, a unidade teria os serviços suspensos novamente.[/featured_paragraph]

Conforme a assessoria de imprensa do hospital informou ao LIVRE, até a noite desta quinta-feira, o pagamento não havia sido feito. Assim, a direção tornou a fechar as portas da UTI. No entanto, serão recebidos pacientes de urgência e emergência.

Na reunião passada, também foi estipulado um acordo para impedir a suspensão da realização de procedimentos eletivos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A direção informou, porém, que decidiu ampliar o prazo para que a gestão regularize o pagamento em atraso. Eles terão até o dia 3 de agosto.

[featured_paragraph]“Estamos buscando de todas as formas negociar e resolver este impasse. Rogamos para que os órgãos competentes tomem as providências necessárias para garantir que a população que necessita dos serviços essenciais de saúde prestados pelo SUS não seja prejudicada”, diz trecho da nota enviada.[/featured_paragraph]

A UTI pediátrica da Santa Casa, que atende 19 municípios da região, foi inaugurada em 2016 e já sofreu com outras interrupções. Em novembro passado, a unidade também foi fechada pelo mesmo motivo. À época, a direção informou que a unidade não recebia havia quatro meses e que, por isso, médicos estavam com os salários atrasados. Alguns chegaram a sair do quadro de funcionários.

VEJA MAIS

Bebês de Santa Casa serão remanejados de UTI por falta de dinheiro

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDr. Bumbum mandou paciente fechar ferida com tesoura quente
Próximo artigoEnergia elétrica impulsiona inflação oficial na prévia de julho