Prefeitura é proibida de usar dinheiro público em festas de peão

Ministério Público identificou que o município gastava mais com os eventos do que com a educação infantil

Só no ano passado, a Prefeitura de Itiquira ( a 363 km de Cuiabá) gastou R$ 877,4 mil para custear dois eventos no município: a Festa do Peão de Itiquira e a Festa do Peão de Ouro Branco do Sul.

Agora, contudo, a administração da cidade está impedida pela Justiça de gastar dinheiro público nessas finalidades. A decisão foi proferida pelo juiz Rafael Siman Carvalho, no dia 3 de março.

A proibição deve se estender até que a Prefeitura faça, com perfeição, a prestação de contas dos serviços públicos.

No ano passado, o dinheiro foi empregado no pagamento de segurança privada, tendas, camarote, palco, eletricista, publicidade, entre outros gastos.

No mesmo período, o gasto com a educação infantil, por sua vez, foi desproporcionalmente menor: apenas R$ 89 mil.

Outros problemas que poderiam ser resolvidos se o dinheiro fosse aplicado nas soluções foram identificados.

“Não há rede de coleta esgoto no município. Não há aterro sanitário para a devida destinação do lixo produzido pela população, o que pode gerar a contaminação do lençol freático”, afirmou o promotor Cláudio Angelo Correa Gonzaga.

Este ano, a previsão da Prefeitura era gastar mais R$ 910 mil em festas. Segundo a Justiça, o evento ainda pode acontecer, desde que haja investimento da iniciativa privada.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCandidatura suprapartidária
Próximo artigoBebê filho de haitianos é abandonado em rua de Cuiabá