Prefeitura diz encontrar EPIs escondidos no Pronto-Socorro e exonera servidores

Fiscalização ocorreu na sexta-feira (19) e localizou macacões, óculos, máscaras e protetores faciais

(Foto: Prefeitura/Divulgação)

A Prefeitura de Cuiabá diz ter encontrado Equipamentos de Proteção Individual (EPI) escondidos em armários no Pronto-Socorro da Capital, na sexta-feira (19). Entre os materiais escondidos, foram localizados macacões, aventais, máscaras, luvas e protetores faciais.

A unidade, em Cuiabá, é referência para o atendimento a paciente com covid-19.

A fiscalização foi realizada após denúncias de reclamações de que haveria falta dos equipamentos no hospital.

Segundo a prefeitura, alguns servidores ficaram nervosos durante a vistoria. Na ocasião, eles retiraram os EPIs escondidos dos armários individuais, deixando-os em armários de uso comum e em carrinhos de transporte.

Os materiais teriam sido encontrados na sala Vermelha, UTI 1, UTI 2 e UTI 3.

De acordo com a prefeitura, os servidores responsáveis pelos EPIs foram identificados e serão exonerados. São 12 servidores, entre técnicos de enfermagem, enfermeiros e fisioterapeutas.

A situação, porém, gera dúvida e polêmica. Segundo um servidor – que não preferiu se identificar – a situação deve ser melhor apurada.

“Temos um protocolo interno que você só pega um equipamento novo (máscara, macão, óculos), se você mostrar a anterior e há papéis para assinar também. Então, que EPI o servidor está escondendo?”, questiona.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVídeo | Cuiabá e VG vão adotar medidas em conjunto para combater pandemia
Próximo artigoAdolescente entra em luta corporal com o pai e evita que mãe seja morta