Prefeitura de Cuiabá suspende por 90 dias as cobranças de ISSQN e IPTU

As suspensões foram anunciadas nesta quinta-feira (16), pelo prefeito Emanuel Pinheiro

(Foto: Reprodução/Secom/Davi Valle)

A Prefeitura de Cuiabá suspendeu por 90 dias os pagamentos do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) e do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) como medidas de fôlego financeiro a contribuintes durante a pandemia do novo coronavírus. 

As suspensões foram anunciadas nesta quinta-feira (16), pelo prefeito Emanuel Pinheiro. Os impostos têm o mesmo prazo de adiamento, mas vão funcionar de maneiras diferentes. 

O ISSQN foi suspenso para os segmentos de hospedagem, turismo, viagens, lazer, diversão e os trabalhadores autônomos (MEI). Todos estão inclusos na aba de micro e pequenos empresários. 

Conforme o prefeito, a prorrogação vale para os documentos com data base a partir de 20 de abril, que serão recolhidos em maio. O vencimento foi transferido para outubro. 

A mesma proporção vale para impostos que seriam recolhidos nos meses subsequentes: o vencimento de maio passa para novembro e o vencimento de junho para dezembro. 

“Milhares de micro e pequenos empresários vão ser atendidos com essa medida. É um fôlego que estamos proporcionando para a partir do segundo semestre os contribuintes terem condições de lidar com o período de vacas magras que ainda está por vir”, comentou Emanuel Pinheiro. 

Essa prorrogação foi baixada com a possibilidade de nova extensão de datas, também por 90 dias, que deverão ser analisadas pela prefeitura. 

IPTU 

A quitação do IPTU foi prorrogada para 13 de julho. A data vale para contribuintes inclusos na Cota Única do imposto, permanecendo o desconto de 10% sobre o valor para pagamento daqui 90 dias. 

Já para os contribuintes que negociaram a cobrança com parcelamento em até oito vezes, o acordo continua em vigor sem alteração de datas. 

Contudo, a prefeitura informou que essa negociação poderá ser refeita. Para o contribuinte ganhar prazo de 90 dias para pagamento parcelo, a quantidade de mensalidades será reduzida para quatro. 

“Se você parcelou em oito vezes e está satisfeito, continua como está. Mas, se quiser, poderá reparcelar sua dívida para ganhar prazo para pagar. Mas, neste caso, o número de parcelas será em quatro vezes. Se você não pagou e nem parcelou, poderá escolher uma das opções”, disse o prefeito. 

Sem juros ou multas 

As modificações não acarretarão cobrança de juros, multa ou correção de tarifas. Os contribuintes também não correm o risco de terem o nome inserido no sistema de bloqueio de crédito ou negativação.

A previsão da prefeitura é que a alteração de datas e o prolongamento do prazo de quitação do ISSQN e do IPTU deverão reduzir em cerca de R$ 10 milhões o recolhimento dos impostos em Cuiabá, por mês, a partir de maio. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorÔnibus limpo todo dia
Próximo artigoProibição a planos de saúde