Prefeito quer criar Hospital Municipal de Cuiabá e escolhe nome do novo Pronto Socorro

Pinheiro diz que Cuiabá vivencia "um momento histórico" no setor da saúde

Foto: Luiz Alves/Sicom

O prefeito Emanuel Pinheiro encaminhou à Câmara de Vereadores de Cuiabá, nessa segunda-feira (10), uma mensagem que cria o maior hospital público de Mato Grosso: o Hospital Municipal de Cuiabá Dr. Leony Palma de Carvalho – HMC – onde funcionará também o novo pronto-socorro.

De acordo com a justificativa feita por Pinheiro, Cuiabá vivencia “um momento histórico”, e não apenas por estar prestes a completar 300 anos, mas sim por conta desse novo ciclo da saúde pública que está sendo implantado.

O gestor afirma que o novo Hospital Municipal de Cuiabá será muito mais que um pronto-socorro, pois contará com três grandes setores, com Unidades de Terapia Intensiva, Centros Cirúrgicos, um Centro de Diagnóstico e um Centro Ambulatorial, Enfermarias, Pronto Atendimento e Isolamento. Também contará com instalações e equipamentos modernos. O objetivo é suprir a grande demanda existente de Cuiabá e de muitas cidades do interior, que enviam seus pacientes para serem atendidos na Capital.

Conforme a prefeitura, o HMC levará o nome do médico Leony Palma de Carvalho. Conhecido pelos cuiabanos, ele que fez muito pela Capital e pela população em uma época que não se tinha as facilidades tecnológicas de hoje e, para Pinheiro, essa é uma forma de homenagear o ilustre médico.

“Faço questão de fazer da entrega do Hospital Municipal de Cuiabá, o marco inicial das comemorações alusivas ao tricentenário da Capital. Diante disso, nada mais justo que a nomenclatura oficial da referida unidade guarde a devida correspondência à sua dimensão e importância para a população cuiabana, ao homenagear o cuiabano de família tradicional, Leony Palma de Carvalho”, disse.

Filho dos proprietários da Livraria União, a primeira em Cuiabá, o Dr. Leony, como era popularmente conhecido, foi um dos primeiros pediatras da Capital e implantou o sistema SUS no Estado de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Entre os anos de 1975 a 1980 exerceu o cargo de Superintendente do antigo INAMPS do qual fora idealizador. Gestor de grande volume de recursos federais, mas jamais se ouviu qualquer comentário sobre problemas em sua gestão. Foi fundador e o primeiro presidente da Sociedade Mato-grossense de Pediatria.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorBotelho fala em demitir funcionários e abrir mão de duodécimo atrasado
Próximo artigoSTF autoriza buscas em endereço de Aécio Neves

O LIVRE ADS