Prefeito de Cáceres registra Boletim de Ocorrência afirmando ser vítima de “fake news”

Página “Prefeitura Municipal da Zoeira Cáceres-MT” publicava conteúdo satirizando prefeito e prefeitura municipal

A Prefeitura de Cáceres registrou um Boletim de Ocorrência contra uma página de humor do Facebook, intitulada Prefeitura Municipal da Zoeira “Cáceres-MT”, alegando que tanto o Executivo Municipal, quanto o prefeito de Cáceres, Francis Maris Cruz (PSDB), foram vítimas de “fake news”.

Após o registro, que ocorreu na última sexta-feira (31) pelo procurador do município, Bruno França, a página saiu do ar. Em algumas postagens antes da página ter sido desativadas ainda ironizavam a atitude da prefeitura em registrar o BO. Em outra postagem publicada na última quarta-feira (29), o prefeito aparece em uma montagem atrás de uma pilha de notas de dinheiro. No post, a página questiona para onde está indo o dinheiro dos impostos.

Ao LIVRE, o prefeito de Cáceres disse se tratar de uma página com conteúdo baseado em ofensas, calúnias, injúrias, fake news e montagens que denegriam sua honra. Francis ainda disse que espera que tanto os autores da página, quanto quem compartilhou o conteúdo seja responsabilizado pelo ato.

“As investigações vão passar para a Polícia Federal, já que crimes de internet são investigados por eles. E queremos a responsabilização tanto de quem montou a página, quanto de quem divulgou. Vamos pedir reparação, danos morais, enfim, vamos pedir o que é de direito, para ver se eles aprendem a respeitar as pessoas públicas”, disse Francis.

O prefeito também explicou que a ocorrência foi realizada pelo procurador do município, já que o nome da página faz alusão ao Executivo Municipal. Questionado sobre quem poderia ter criado a página de sátira, Francis afirmou que acredita ser seus opositores políticos e criticou a atitude.

“As pessoas perderam o senso da moral, dos bons costumes e do respeito”, finalizou o prefeito.

Anexo ao Boletim de Ocorrência, o procurador do município também levou cópias do conteúdo compartilhado pela página. Os autores ainda não foram identificados.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorIdoso que teve braço preso na porta de ônibus terá que ser indenizado
Próximo artigoTrecho entre MT e PA privatizado

O LIVRE ADS