Precisa de serviços do governo? Atendimentos foram retomados, mas só com agendamento

O LIVRE listou os principais e te diz em que sites você marcar o dia e a hora em que quer ser atendido

(Foto: Lidiana Cuiabano/Detran-MT)

Suspensos por causa da pandemia, alguns dos serviços presenciais prestados pelo governo, como emissão de documentos foram retomados. Todavia, para ter acesso e evitar aglomeração, é preciso agendar o atendimento.

O LIVRE fez uma lista dos principais serviços. Confira:

1. Carteira de Identidade (RG)

Para dar entrada no pedido de nova documentação ou retirada do RG nas unidades do Ganha Tempo é necessário agendar o atendimento.

O interessado pode escolher a data e o horário que melhor lhe atende.

Em Cuiabá, atendimento é das 8h às 16h. Já em Várzea Grande e no interior é das 8h às 18h.

O agendamento pode ser feito pelo telefone 0800 645 3310 ou pelo site.

2. Detran

Alguns serviços do Detran podem ser realizados diretamente pelo aplicativo MT Cidadão. Entretanto, quem precisa dos serviços presenciais pode agendar o atendimento pelo site.

Somente quem tem horário agendado pode entrar nas unidades para atendimento.

Em Cuiabá, o horário de funcionamento é das 8h30 às 16h. Na Capital também estão em funcionamento os Núcleos de Atendimento do Shopping Estação (das 12h às 20h), do Goiabeiras Shopping (das 12h às 20h) e da Galeria Itália Center (das 9h às 17h).

Em Várzea Grande, o atendimento ao público das 8h às 16h, com serviços de Veículos. Já no shopping, os serviços vão das 10h às 18h.

Todas as unidades do interior do Estado estão funcionando das 8h30 às 16h e também somente com agendamento prévio.

3. IPVA

A Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz-MT) manteve a prorrogação para o pagamento do imposto de veículos com placas de final 4 a 0.

Os pagamentos poderão ser feitos com desconto entre outubro e dezembro, dependendo da placa. As datas podem ser conferidas aqui.

4. IPTU

Em Cuiabá, o pagamento em cota única do imposto e com 10% de desconto havia sido prorrogado, mas o novo prazo já se encerrou.

Entretanto, o pagamento parcelado em quatro vezes pode ser feito a partir de 13 de setembro. Nessa opção não há desconto.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorR$ 1,4 milhão esquecidos? Justiça começa a devolver dinheiro a empresas e trabalhadores
Próximo artigoProfessores e membros do MP preparam representação em Haia a favor de Bolsonaro