Porto Esperidião: 7 a cada 10 vítimas de covid são indígenas

Lideranças iniciaram um abaixo-assinado pedindo ao governo federal que envie testes rápidos para as comunidades

(Foto: Divulgação)

Até o dia 15 de julho, 12 pessoas haviam morrido vítimas da covid-19 em Porto Esperidião, município que fica a 358 km de Cuiabá. Do total de vítimas, oito são indígenas do povo chiquitana, segundo o Fórum Mato-grossense de Meio Ambiente e Desenvolvimento (Formad).

No último boletim sobre a evolução da pandemia divulgado pelo governo do Estado, o número de vítimas na cidade havia chegado a 15.

Entre os mortos estão figuras importantes da comunidade indígena e Maria Assunta Mendes é uma delas. Importante personagem, ela recebia a festa do Curussé – tradicional manifestação cultural dos chiquitanos – na casa dela.

Na internet, um abaixo-assinado organizado pelos indígenas pede ao governo federal a disponibilização de testes de covid-19 nas aldeias de Mato Grosso.

A campanha tem entre os organizadores, Soilo Urupe Chue, do povo chiquitano.

“Quero com esta petição defender o direito indígena de ter a devida proteção, para não ser atingido pelo inimigo invisível que é o novo coronavírus. Neste momento, ainda de ascendência, precisamos urgente, nos polos base de saúde e nas aldeias, de testes rápidos para poder detectar a covid-19”, diz Soilo.

LEIA TAMBÉM

O medo descrito pelos índios é de que um novo genocídio esteja em curso nos territórios indígenas. Os riscos de contágio acontecem quando os indígenas precisam deixar as aldeias para buscar alimento, medicação e outras necessidades.

Temos muito medo de retornar às aldeias infectados e ainda levar o vírus para dentro dos territórios e espalhá-lo. A realização de testes é a única forma de controlar e impedir ainda mais o avanço da doença”, explicam.

A população indígena do Mato Grosso está estimada em 50 mil pessoas, que se distribuem em 86 terras.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorIndícios de fraude? Candidatos a reitor da UFMT pedem anulação de “eleição”
Próximo artigoEscolha para o próximo jogo o único e confiável site de apostas online — 1xBet

O LIVRE ADS