Portão do Inferno: motociclista que bateu em ônibus seguia para o velório do irmão

Pedro D'Avila recebeu a notícia da morte do irmão, em Chapada dos Guimarães, e seguia para o município quando bateu de frente com um ônibus

Pedro D’Avila, de 56 anos, o homem que bateu a motocicleta de frente com um ônibus no Portão do Inferno, na MT-251, em Chapada dos Guimarães (67 km de Cuiabá), seguia para o velório do irmão. Ao saber da notícia, o eletricista decidiu pegar a estrada, mas se acidentou no meio do caminho.

A informação de que Pedro iria para o velório do irmão circulou em grupos de Whatsapp, pouco depois do acidente e foi confirmada por familiares. Um rapaz identificado como Lucas Ávila, sobrinho dos dois irmãos, fez um postagem em uma rede social.

A morte de Nei Ávila, de 46 anos, aconteceu subitamente, na manhã de segunda-feira (7). A suspeita é que a causa seja um infarto.

Fraturas e ferimentos

O acidente de Pedro aconteceu por volta das 14 horas e foi gravado por câmeras de segurança instaladas na rodovia.

Nas imagens, é possível ver que, após se acidentar, o homem se mantém consciente. De acordo com a Polícia Militar, Pedro foi socorrido com lesões leves pelo corpo e uma fratura no joelho. O primeiro atendimento médico aconteceu na Unidade de Pronto Atendimento, em Chapada, e depois, o eletricista foi transferido para Cuiabá.

A empresa Gipsyy, responsável pelo ônibus, informou que o veículo não estava prestando serviços para ela naquele momento. Contudo, afirmou que a parceira responsável pela viagem “está prestando todo o atendimento à vítima independente da apuração de responsabilidades pelo ocorrido”.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorRede estadual: 8 em cada 10 escolas têm registros de violência
Próximo artigoO impacto das ações do Sesc na vida dos mato-grossenses