Ponte licitada e sem manutenção corre o risco de cair no Nortão

A ponte estaria presa apenas por três cabos de aço improvisados pela prefeitura. A estrutura estaria boiando no rio

A prefeitura de Novo Mundo está prestes a interditar a ponte sob o rio Nhandu que liga o município de Novo Mundo a Alta Floresta, cerca de 800 km de Cuiabá. De acordo com o prefeito Toni Mafini (PSDB), a interdição ainda não aconteceu porque a ponte liga 60% dos municípios na região.

“Estamos passando muita dificuldade com essa ponte, estamos vendo a hora disso virar uma tragédia, porque todos os dias os ônibus escolares passam por essa ponte. Se nada for feito, não tem outra alternativa senão interditar tudo e deixar as crianças das comunidades rurais sem transporte escolar. Estávamos tentando evitar isso, mas antes sem aula do que o ônibus no rio”, declarou.

Ainda de acordo com o prefeito, a obra da ponte está licitada e empenhada desde 2017, por meio de convênio firmado e assinado com a SINFRA nº 879/2017, no valor de R$400 mil reais, mas devido a falta do repasse dos recursos à construtora, as obras não foram iniciadas.

“Aqui estamos abandonados, estou montando uma comitiva para ir até ao governo de Mato Grosso. Isso sem falar no nosso asfalto que está uma lástima”, finalizou.

Outro lado

A reportagem entrou em contato com a assessoria da Sinfra, mas até o fechamento desta reportagem não tivemos retorno.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEstado continua pagando empresa investigada pelo MPE
Próximo artigoIdoso é encontrado em Guiratinga seis dias depois do seu desaparecimento