Políticos e produtores rurais lamentam morte de Fávero

Deputado morreu em decorrência da covid-19 na tarde deste sábado (13)

Desde o começo da tarde deste sábado (13), quando foi anunciada a morte do deputado Silvio Fávero (PSL), políticos, autoridades, amigos e entidades de classe estão manifestando o sentimento de pesar e apoio aos familiares. O governo do Estado decretou luto oficial de três dias.

O governador Mauro Mendes (Democratas) destacou a perseverança e determinação de Fávero em lutar pelos ideais e também para a melhoria do Estado.

“Favero deixou sua marca na história de Mato Grosso, lutando por aquilo que acreditava ser o certo. Um companheiro do Estado na busca das melhores condições para os mato-grossenses”, disse em nota.

Na Assembleia Legislativa de Mato Grosso, o presidente da mesa, Max Russi (PSB), declarou nas redes sociais que Silvio Fávero foi um grande parlamentar, militante e líder, sempre colocando o espírito público na frente de suas decisões.

Também se manifestaram os deputados Dilmar Dal Bosco (DEM), Valmir Moretto (Republicanos), Dr. Eugênio (PSB), Wilson Santos (PSDB), José Eduardo Botelho (DEM) e Janaína Riva (MDB).

No Instagram, Janaína Riva lembrou da alegria e do comprometimento do deputado com o trabalho em seu primeiro ano de mandato

Outro que lamentou a perda foi o deputado Lúdio Cabral (PT). Ele disse que mesmo com as diferenças ideológicas, muitas pautas os uniram.

Por meio de nota oficial, a Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado de Mato Grosso (Aprosoja/MT) exaltou o trabalho de Fávero, que também é produtor rural, na AL e a atuação dele em prol do agronegócio.

A história

Silvio Fávero nasceu em Umuarama, Paraná, onde iniciou a sua vida profissional, ainda adolescente, como feirante e auxiliar na construção. Ele conseguiu um trabalho em uma empresa como office boy e por ser dedicado, obteve promoções e apoio para avançar nos estudos.

Com a ajuda dos amigos e do financiamento público, conseguiu formar em Direito, em Presidente Prudente (SP), e depois se mudou para Lucas do Rio Verde, em 1990, onde foi um dos primeiros advogados da cidade.

Auxiliou na instalação do prédio da Justiça do Trabalho para o município, participou da fundação de diversos bairros da cidade. Por oito anos prestou assessoria jurídica à Câmara de Vereadores de Lucas, atuou, também, como procurador do município e secretário de Administração na gestão Otaviano Pivetta.

Em 2016, foi eleito vice-prefeito da cidade de Lucas, com forte atuação a favor do desenvolvimento municipal, sendo projetado e estimulado popularmente ao cargo de deputado estadual.

Eleito para o primeiro mandato parlamentar em 2018, Fávero foi destaque na Assembleia Legislativa de Mato Grosso pela alta produtividade, autor de centenas de projetos e mais de 20 leis aplicadas em benefício da sociedade, popularmente conhecido como deputado artilheiro.

(Com informações da Assessoria )

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

  1. Acredito que deveria decretar dias de luto quando cada profissional da saúde cai na luta. Eles sim são os verdadeiros heróis que estão arriscando suas vidas para salvar outras vidas. Não podemos ficar indiferente a essa outra realidade cruel e que o próprio governo sabia que iria ocorrer e não antecipou com ações apropriadas

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDeputado Silvio Fávero morre em decorrência da covid
Próximo artigoBanco de perfis genéticos de criminosos ultrapassa 100 mil registros