Sabotagem? Politec detecta a presença de thinner em água de restaurante universitário

Estudante colombiano passou mal no início de junho depois de beber água dentro do Restaurante Universitário

Exames químicos realizados pela Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) detectaram a presença do composto orgânico tolueno na amostra da água coletada do bebedouro do restaurante da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). A substância é um dos principais componente do thinner, que é muito utilizado como solvente em tintas e vernizes.

O laudo pericial foi concluído na última sexta-feira (20) e encaminhado à 2ª Delegacia de Polícia Civil. O delegado Richard Damasceno, titular da 2ª DP, solicitou ao perito informações complementares para dar seguimento às investigações.

Leia mais

UFMT diz que Restaurante Universitário será reaberto somente depois de perícia
Restaurante da UFMT é interditado após estudante ter sintomas de intoxicação
Estudante passa mal após beber água contaminada na UFMT; veja vídeos

A Politec foi acionada para analisar o caso após um estudante sentir fortes dores no estômago ao ingerir a água do bebedouro no dia 13 de junho deste ano. Na ocasião, peritos do plantão de Criminalística e do Laboratório Forense estiveram no local para coletar as amostras e analisar os vestígios presentes na cena do possível crime.

Na ocasião, a reitoria da UFMT era alvo de protesto de estudantes, que reclamavam justamente do contrato da universidade com a empresa que administra o restaurante, e tambpém da tentativa de se aumentar o preço das refeições.

A substância foi identificada através da comparação do espectro de uma amostra da água do bebedouro, com outra amostra da substância suspeita.

Os exames foram realizados no equipamento CG-FID (Cromatógrafo Gasoso com detecção de Íons de Chama), do Laboratório Forense da Politec, além de outros equipamentos cedidos pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

4 COMENTÁRIOS

  1. Sabotagem com certeza! isso que dá quando a faculdade ao invés de ensinar, começa a doutrinar seus alunos, e acaba virando um centro acadêmico manifestado de discentes da extrema-esquerda.

  2. Olá Paranaense,
    Lendo seu comentário notei um certo descontentamento com a ‘doutrinação de esquerda’ como diz, pois bem, se a gestão da Universidade Federal do Mato Grosso conduzisse seu trabalho a luz da esquerda com toda certeza não seria necessário que as estudantes se mobilizassem e deflagrassem greve estudantil, fato histórico nesta Universidade. Pelo contrário, acredito que a magnífica reitora, ciente de toda a problematica envolvida (e acredite,nao é pouca), nem cogitaria em retirar aquilo que mais ajuda os estudantes de classe baixa e média a se manterem na Universidade e concluir seu curso. O movimento, legítimo e democrático, por várias vezes foi incriminado. Inclusive, no episódio da contaminação da água, o movimento estudantil foi colocado como responsável pelo restaurante que abriu um boletim de ocorrência contra os estudantes. Sabe pq tudo isso? Pq mexemos com coisa muito fedida, muito errada! Uma empresa privada gozando do dinheiro publico

  3. Olá Paranaense,
    Lendo seu comentário notei um certo descontentamento com a ‘doutrinação de esquerda’ como diz, pois bem, se a gestão da Universidade Federal do Mato Grosso conduzisse seu trabalho a luz da esquerda com toda certeza não seria necessário que as estudantes se mobilizassem e deflagrassem greve estudantil, fato histórico nesta Universidade. Pelo contrário, acredito que a magnífica reitora, ciente de toda a problematica envolvida (e acredite,nao é pouca), nem cogitaria em retirar aquilo que mais ajuda os estudantes de classe baixa e média a se manterem na Universidade e concluir seu curso. O movimento, legítimo e democrático, por várias vezes foi incriminado. Inclusive, no episódio da contaminação da água, o movimento estudantil foi colocado como responsável pelo restaurante que abriu um boletim de ocorrência contra os estudantes. Sabe pq tudo isso? Pq mexemos com coisa muito fedida, muito errada! Uma empresa privada gozando do dinheiro público em quantidade absurdamente alta e acima do que o contrato prevê. Fora isso, a comida ali oferecida equivocadamente a “1 real” (cerca de 10,50 reias é repassado pela ufmt) é de péssima qualidade, higiene e sabor. É corriqueiro encontrar dos mais diversos objetos como plástico, insetos, lavar, rosca de parafuso e ate msm vidro….
    Assim, peço que seja mais cauteloso em suas colocações, é preciso saber dos fatos concretos antes de tirar uma conclusão.
    Se informe mais sobre o assunto, tem muita coisa em páginas do facebook do comando de greve. Atente-se brasileiro!

  4. Pagamos caro os custos de uma Universidade que dá mensalidade de mais de R$1000 para os alunos, bem como diversas bolsas e auxílios e os caras fazem greve de… Estudar? Puxa! Ainda vem falar em direito… Cara já ganha de graça um bom estudo… Vai estudar… Conclua seu curso, entre no mercado de trabalho, gere renda… Esse tipo de protesto só atrasa sua vida, aninha, de todos… Esqueça direita, esquerda… Pagamos o seu curso para que estude. Lá na sua casa ou na rua vá ser direita, esquerda, lulalienado, bolsominion, tucanocisca… Ou qualquer outra coisa. Mas estude e justifique o seu custo para a população.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorTom Hardy afirma que Mad Max será uma trilogia
Próximo artigo“Menor” é preso por tráfico depois de PM encontrar mais de 240 trouxinhas em mochila