Policial vence campeonato de jiu-jitsu e disputa vaga para competir em Abu Dhabi

Do Batalhão da Rotam, ele é professor voluntário de jiu-jitsu no projeto social ‘Guerreiros Mirins’

Há oito anos, o soldado Arruda conheceu o Jiu-jitsu e segue colecionando uma série de vitórias (Foto: PMMT)

O soldado da Polícia Militar Adildo Antônio Arruda, de 36 anos, conquistou o primeiro lugar na categoria master até 90 kilos faixa roxa, da 1º Edição Open de Jiu-jitsu Barra do Garças, realizada no último domingo (19). O policial ficou em sexto lugar entre 67 atletas do mundo todo, a disputa vale uma vaga para o mundial em Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes.

Há oito anos, o soldado Arruda conheceu o Jiu-jitsu e segue colecionando uma série de vitórias: o militar foi  campeão da primeira etapa mato-grossense de Jiu Jitsu, em 2017 ganhou a Copa Cuiabá e em 2018 venceu o Open Tangará da Serra categoria absoluto, uma das disputas mais acirradas da modalidade.

Professor voluntário de Jiu-jitsu no projeto social “Guerreiros Mirins” da Academia Costa Verde, o policial é do Batalhão de Ronda Ostensiva Tático Metropolitano (Rotam) e atualmente está lotado no Fórum de Várzea Grande. Ele revela que o jiu jitsu mudou sua forma de ver a vida.

“Eu costumo dizer para meus alunos que o Jiu-jitsu não é apenas um esporte, mas sim uma opção de vida. A modalidade permite que o atleta trabalhe o corpo e a mente. Eu aprendi a controlar a ansiedade, é minha válvula de escape para fugir do estresse que a atividade policial nos causa e nos prepara ainda mais para o exercício da profissão, além dos benefícios à saúde física e mental”, disse o soldado Arruda.

Com a dedicação do policial, aliada ao apoio que recebe de empresários e parceiros que o ajudam a custear viagens para competir e até os treinos, o militar segue determinado a chegar mais longe. Agora, soldado Arruda se prepara para participar de uma série de competições, o próximo desafio do atleta será a segunda etapa do Campeonato Estadual de Jiu-jitsu, que acontecerá no dia 7 de Julho. Em setembro, ele ainda irá disputar mais uma das quatro competições do Open de Jiu-jitsu de Barra do Garças para  representar Mato Grosso na competição da modalidade em 2020, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes.

Projeto social Guerreiros Mirins

O projeto social “Guerreiros Mirins” é desenvolvido pela Academia de Polícia Militar Costa Verde e atende cerca de 100 crianças carentes na região de Várzea Grande. Policiais Militares atuam como professores voluntários que têm a missão de  incentivar crianças e adolescentes a praticar esportes  por meio de aulas de artes marciais.

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorJustiça eleitoral cancela 2,4 milhões de títulos de eleitor
Próximo artigoMinistro da Educação conversa com professores premiados