Policiais salvam bebê de um mês engasgado com chá de alecrim

João Lucas foi encontrado com sinais de asfixia e começando a ficar roxo

Policiais Militares que atenderam a ocorrência com o recém- nascido João Lucas e a família - Foto por: PMMT

Policiais do 2º Pelotão da Polícia Militar de Guiratinga (330 km de Cuiabá) salvaram a vida de um bebê de um mês e seis dias que foi entregue nas mãos da equipe engasgado e sem respirar.

A ação aconteceu na tarde dessa sexta-feira (05), quando o avô do menino foi até o pelotão da PM pedir ajuda para socorrer o neto, que havia engasgado enquanto a mãe o dava chá de alecrim.

Imediatamente, o tenente Vinicius Ribeiro Coelho Felix Goes correu para a casa da família, no Bairro Areão, em Guiratinga, e encontrou o pequeno João Lucas com sinais de asfixia e já ficando roxo.

O tenente pegou o bebê, colocou de bruços, deitado em seu antebraço, e usou o dedo médio e o indicador para dar leves tapas de pressão nas costas do bebê, que, aos poucos, começou a expelir o líquido e chorar, voltando a respirar.

“Quando eu vi o João Lucas expelir o líquido no meu braço e voltar a respirar, a sensação foi de alívio e dever cumprido. Já prendi muita gente, mas essa ocorrência foi com certeza uma das mais marcantes pra mim, que sou pai”, contou o policial.

Ele ainda afirmou que fica muito feliz com esse tipo de ocorrência, que considera uma efetivação do lema da Polícia Militar: servir e proteger.

“A maioria da população só vincula nossa imagem com a repressão, mas estamos prontos para também servir de diversas outras formas, seja prestando primeiros-socorros, seja dando palestras educativas, ou até segurando o trânsito para um idoso ou cadeirante atravessar”, disse.

Depois que voltou a respirar, João Lucas foi encaminhado pelos policiais para o Hospital Oswaldo Crus, onde recebeu atendimento médico. Foi realizado um processo para a retirada do restante do líquido que o fez ficar engasgado e um raio-x nos pulmões, que descartou qualquer complicação. Assim, o bebê pôde retornar com a mãe e o avô para casa.

Emocionada, a mãe agradeceu ao trabalho dos militares em um vídeo. Veja:

(Com Assessoria)