Polícia Federal e Exército desocupam garimpo ilegal em Mato Grosso

Essa é a segunda vez que os garimpeiros são retirados do local. Em maio de 2020, eles foram expulsos, mas voltaram

Imagem Ilustrativa (Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (12) a segunda fase da Operação Alfeu em um garimpo ilegal de ouro no interior da Terra Indígena Sararé, região de Pontes e Lacerda (445 km de Cuiabá), em Mato Grosso.

A desocupação e a inutilização do local foram determinadas pela 2ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Cáceres. Participaram da ação 50 policiais federais e 110 militares do Exército Brasileiro.

A ação conjunta faz parte da operação Verde Brasil e contou com apoio de helicópteros, drones e imagens de satélites. Uma equipe da PF especializada em explosivos ajudou na destruição do maquinário utilizado pelos criminosos.

Esta é a terceira operação da Polícia Federal em duas semanas em Mato Grosso no combate à exploração e comercialização ilegal de ouro. Na semana passada, quatro pessoas foram presas na Operação Ouro Sujo e na terceira fase da Operação Papagaio de Ouro.

Em maio do ano passado, a Polícia Federal realizou a primeira fase da Operação Alfeu no mesmo local. Após a retirada das forças policiais, os garimpeiros invadiram novamente a área.

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPolícia recupera carro da prefeitura roubado da primeira-dama
Próximo artigoComércio de MT estima perda de R$ 360 milhões com medidas restritivas