Polícia Federal deflagra operação para combater fraudes fiscais

Estão sendo cumpridos 41 mandados de busca e apreensão em Santa Catarina

Marcelo Camargo / Arquivo Agência Brasil

A Polícia Federal, em uma ação conjunta com a Receita Federal, deflagrou na manhã desta quinta-feira (30) a Operação Alcatraz para combater fraudes fiscais praticadas por dois grupos empresariais que atuam na prestação de serviços a órgãos públicos adquirindo notas frias de empresas inexistentes (as conhecidas noteiras), para dissimular o pagamento de propina a agentes públicos.

A investigação identificou R$ 100 milhões em créditos tributários em nome dos diversos contribuintes que participavam do esquema de pagamento de propinas. Segundo a Receita, também foram identificadas empresas usadas para lavagem de dinheiro, que atuam para esquentar valores desviados adquirindo patrimônio, quase sempre em nome de “laranjas”.

Os policiais estão cumprindo 41 mandados de busca e apreensão, autorizados pela 1ª Vara Criminal da Justiça Federal de Florianópolis, em Santa Catarina. Os mandados estão sendo executados em endereços dos investigados na Grande Florianópolis. Participam da operação 45 auditores-fiscais e analistas tributários.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorRiva é internado na UTI
Próximo artigoBolsonaro diz que MP pode economizar até R$ 10 bilhões