Polícia Federal deflagra 62ª Fase da Lava Jato em Cuiabá

Cerca de 120 policiais federais cumprem 39 mandados em 15 cidades brasileiras

Cuiabá é um dos alvos da 62ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada nesta quarta-feira (31) pela Polícia Federal.

Chamada de Rock City, a ação tem como objetivo apurar o pagamento de propinas travestidas de doações de campanha eleitoral.

O dinheiro teria partido de empresas do grupo investigado, que também teria auxiliado empreiteira a pagar valores ilícitos de forma oculta e dissimulada.

Os valores eram transferidos através da troca de reais no Brasil por dólares em contas no exterior, prática conhecida como “operações dólar-cabo”.

Segundo as investigações, tudo ocorria forma “profissional e sofisticada”, evitando o rastreamento dos valores e a descoberta dos crimes pelas autoridades.

A suspeita é que offshores (empresas e contas bancárias abertas em territórios onde há menor tributação) relacionadas à empreiteira realizavam – no exterior – transferências de valores para offshores do grupo investigado. Este, por sua vez, disponibilizava dinheiro em espécie no Brasil para realização de doações eleitorais.

Um dos executivos da empreiteira investigada, em colaboração premiada, afirmou que utilizou o grupo para realizar doações eleitorais para políticos de outubro de 2008 a junho de 2014.

Isso teria resultado em uma dívida não contabilizada pela empreiteira com o grupo investigado, no valor de R$ 120 milhões.

A operação

Cerca de 120 policiais federais cumprem um mandado de prisão preventiva, cinco de prisão temporária e 33 de busca e apreensão.

Os alvos estão em 15 diferentes municípios: Boituva, Fernandópolis, Itu, Vinhedo, Piracicaba, Jacareí, Porto Feliz, Santa Fé do Sul, Santana do Parnaíba e São Paulo (todos estes em São Paulo); Cuiabá (MT); Cassilândia (MS); Petrópolis e Duque de Caxias (RJ); e Belo Horizonte (MG).

Os mandados foram expedidos pela 13ª Vara Federal de Curitiba (PR).

Outro lado

O Grupo Petrópolis informou que seus executivos já prestaram anteriormente todos os esclarecimentos sobre o assunto aos órgãos competentes. Disse também que sempre esteve e continua à disposição das autoridades para o esclarecimento dos fatos.

(Com assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPara evitar suicídios, vereadores querem chamar o Portão do Inferno de “Portal Paraíso”
Próximo artigoGoverno do Estado demite 47 servidores da Metamat

O LIVRE ADS