Polícia é acionada por jegue estar chorando e descobre que era apenas saudade do dono

O proprietário do jegue tinha apenas ido ao banheiro e ao mercado e deixado o animal por alguns minutos, mas ele estava muito bem tratado

Imagem ilustrativa

O Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental de Várzea Grande foi acionado para uma ocorrência atípica nesse domingo (1º). Eles foram acionados porque um jegue estava chorando, mas quando chegaram no local descobriram que o animal estava sendo bem tratado e chorando apenas por saudade do dono, que havia ido ao mercado.

Conforme o boletim de ocorrência, o caso aconteceu no centro de Várzea Grande e, a princípio, o batalhão ambiental foi acionado como se fosse uma ocorrência de maus-tratos de animal doméstico.

Ao chegar no local da denúncia anônima, no entanto, os policiais encontraram o animal, um jegue, visivelmente bem tratado, alimentado e amarrado na sombra, sem nenhum indício de maus-tratos.

Ao conversar com o dono do animal, ele explicou que é da natureza do jegue gritar quando sente a falta do dono. E que ele o havia deixado por apenas alguns minutos para ir ao banheiro e comprar um alimento no mercado.

O dono contou ainda que o jegue é bastante dócil e, inclusive, trabalha com o dono se apresentando em público e tirando fotografias com crianças em escolas e parques.

Os policiais registraram o caso, mas, como o animal estava em ótimas condições, ele e o dono foram liberados.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS