Polícia conclui inquérito e não indicia Neymar por estupro e agressão

Inquérito vai ser enviado para manifestação do Ministério Público

(Foto: GloboNews/Reprodução)

O jogador de futebol Neymar Jr não vai ser indiciado pelas acusações de estupro e agressão contra a modelo Najila de Souza. O inquérito que apurava as denúncias foi finalizado pela delegada Juliana Lopes Bussacos, titular da 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, em São Paulo, na tarde desta segunda-feira (29).

O escândalo envolvendo o jogador veio à tona no início de junho, depois que a modelo viajou à Paris, na França, para encontrar com o atacante. Segundo revelou em entrevistas, o intuito do encontro era sexual. Contudo, Neymar teria passado a agredi-la e depois, forçado o ato sexual, sem consentimento da modelo.

Após as revelações de Najila, a Polícia de São Paulo passou a apurar o caso e o jogador chegou a depor sobre as acusações.

O inquérito policial deveria ter sido concluído no início do mês. Entretanto, a Polícia Civil conseguiu autorização judicial para prorrogar o prazo por mais 30 dias.

Após analisar uma série de documentações e de ouvir os depoimentos dos envolvidos, a delegada decidiu encerrar o caso.

O documento final deve ser encaminhado ao Grupo de Atuação Especial de Enfrentamento à Violência Doméstica (Gevid) do Ministério Público. As promotoras que atuam no Grupo têm 15 dias para decidir se vão arquivar o caso, pedir novas diligências ou oferecer denúncia.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEm outrubro, ProBeleza traz novidades para profissionais do ramo
Próximo artigoHomem acusado de abuso sexual de enteadas e menino de 7 anos é preso

O LIVRE ADS